Calandragem na indústria: Saiba mais sobre esse processo

Calandragem é um desenvolvimento simples de na fabricação de peças e materiais para a indústria, esse é um processo muito usado dentro da usinagem, por exemplo. 

Esse tipo de processo é usado para ter mais facilidade na hora de produzir e fazer a manutenção de peças, essa prática é bem desconhecida para o público falando de uma maneira geral.

Esse processo corresponde em curvar ou desempenhar materiais de cilindros aquecidos de várias formas. 

O processo final da calandragem pode chegar a vários resultados diferentes, por exemplo, existem indústrias que usam a calandragem para moldar peças, outras já usam para formar polímeros plastificados, entre outras coisas que podem ser feitas.

Calandra tem o potencial de fazer gravações de destaques no componente por meio de relevos no rolo, e pode trazer um efeito marmorizado. Esse efeito pode ser muito atrativo na fabricação de chapas que podem ser usadas em pisos ou em outras superfícies. 

Calandras

Esse processo pode formar curvas nos tubos com uma alta precisão. Os tubos podem ser de diversas formas como quadrado, redondo, retangulares, e podem ser feitos de alumínio, inox, latão, cobre entre outros. 

Tudo isso vai depender para o que vai servir a peça. No processo de calandragem, você pode obter de um determinado material com uma espessura permanente, uma boa finalização, obter materiais rígidos e flexíveis.

Pode ter também uma boa produtividade para atender grandes pedidos cada um sua particularidade para diferentes tipos de indústrias. 

Quais as características dos materiais para o processo de calandra?

Veja agora alguns atributos dos materiais que podem ser adquiridos nesse tipo de processo.

  • Capacidade de obter materiais em planícies com brilho ou sem;
  • Nos casos de filmes e laminados reforçados pode-se obter os mais variados tipos de acabamento. 
  • Podem ser translúcidos, opacos ou coloridos;
  • Baixa penetrabilidade em relação ao vapor da água;
  • Capacidade de obter produtos atóxicos, isso vai depender da formulação;
  • Densidade de certa maneira constante;
  • Pode-se obter materiais rígidos ou flexíveis.

Calandragem em metais

A calandragem nos metais procura fazer a conferência da curvatura e espessura de maneira constante e preza por uma finalização de qualidade.

No caso de calandras em metais, consiste em um processo que consiste na formação de laminados e chapas em metal, pelo processo de passagem entre os rolos. Esse tipo de máquina pode realizar tipos de curvamentos em tubos de alta precisão.

As máquinas de calandragem, podem ser de vários tipos e tamanhos, cada uma delas tem a sua função, finalidade e um tipo de material certo.

 É muito importante que no momento da fabricação ou modelação de uma chapa, seja determinado em qual tipo de calandra ela será feita.

Laminados reforçados em PVC

Também existem máquinas de calandragem que podem fazer o processo de laminação do filme com a acoplagem do tecido somente em um processo.

No caso desse processo de acoplagem do tecido e filme é feito por meio de temperaturas e pressão que são corretos entre os cilindros de aço e os cilindros de borracha.  

O PVC, é geralmente reforçado por meio de tecidos de poliéster, que pode ser considerado um material complexo, e depois da acoplagem dos materiais. 

Não é mais permitido fazer a reciclagem dos mesmos de maneira separada. Isso se deve por conta das suas diferentes temperaturas de fusão.

Saiba as maneiras de se fazer a calandragem

Como já explicamos acima, a calandragem é um processo que pode dar diversas formas, a vários tipos de materiais. Você agora vai ver algumas dessas maneiras da calandragem.

PVC

Já explicamos um pouco mais acima neste artigo, sobre a calandragem de PVC. Mas aqui vamos te explicar mais a fundo como funciona esse processo. 

O policloreto de vinila é o material plástico mais usado para o processo de calandragem. Por ele ser um polímero amorfo, permite com que ele tenha um amolecimento frequente com a temperatura.

Isso faz com que possa ter uma grande faixa de viscosidade para a fabricação do mesmo.

Teflon

Outro exemplo de filme de candelagem que é muito usado no nosso cotidiano é a fita veda-rosca. 

Para ela ser fabricada é colocada uma matriz que possui um furo de aproximadamente 5 milímetros de diâmetro e quando o material for prensado ele terá um formato de espaguete.

O material em formato de espaguete vai ser colocado em um caldeirão com um solvente para o material não se grudar, e também tem um equipamento para manter a temperatura correta.

Depois disso o espaguete é submetido a um rolo aquecido, que já vai dar a forma de fita e também para o solvente evaporar. A fita vai ser submetida a passar por mais alguns rolos, até que comece a rebobinar o rolo. 

Metais 

Nesse processo da calandragem de chapas, por exemplo, é averiguado primeiro em que formato deseja fazer essa chapa e também outras peças de metais.

As máquinas de calandra servem mais para prensar e dar curva para as chapas de metal, mas pode haver casos em que as calandras vão ser usadas para enrugar, ilustrar ou dar alisamento ao metal.  

Gostou dessas dicas? Se sim, compartilhe com seus familiares e amigos, e também em suas redes sociais. Receba conteúdo gratuito, diariamente, e siga-nos no Google News.