Imagem: Pixabay

Apesar de pouco difundido no Brasil, o modelo ganha novos adeptos e conta com diversos benefícios.

O telhado verde se encaixa na perspectiva das construções sustentáveis, imóveis que se preocupam não apenas com a questão estética. É algo pensado para beneficiar não apenas os moradores, mas também a natureza. 

Inclusive, não se trata exatamente de uma novidade, mas, no Brasil, vem conquistando novos adeptos do estilo. Basicamente é um telhado que possui vegetação em cima dele, mas sem que isso interfira na ventilação da casa ou gere umidade no teto e nas paredes.

No total são sete camadas. A mais externa é de vegetação e, em seguida, abaixo dela, estão: terra, tecido permeável, sistema de drenagem, barreira contra raízes, membrana à prova d’água e o próprio telhado.

Conheça mais detalhes sobre esse modelo de telhado funcional, ecológico e muito vantajoso.

Como é feita a instalação

A instalação deve ser feita por um arquiteto ou profissional que entenda de telhado verde e saiba quais são as necessidades deste. É mais fácil começar o projeto do zero, porém, se a ideia surgir em uma reforma, é importante sempre avaliar a estrutura e condições básicas para que o projeto entregue resultados positivos.

A base do telhado verde é o próprio telhado ou lajota. Em cima dele são aplicados:

  • uma membrana à prova d’água, para evitar a umidade;
  • a barreira contra as raízes das plantas, para impedir que cheguem até a laje;
  • o sistema de drenagem;
  • um tecido impermeável;
  • terra;
  • a vegetação. 

É válido ressaltar que todas as camadas precisam estar presentes para o bom funcionamento do telhado.

Cuidados e manutenção

A manutenção e os cuidados são muito parecidos com os de um telhado normal. Pode até ser mais fácil. É importante cuidar das plantas, porque vão crescer, mas os materiais utilizados na montagem do telhado são mais duráveis.

Quanto à parte interna da casa, é importante reforçar a proteção anti umidade. Além disso, verifique a membrana à prova d’água. Para evitar problemas, a recomendação é que um especialista neste modelo de telhado visite a sua casa ao menos duas vezes por ano.

Custo é mais elevado

Apesar de ter muitas vantagens, o telhado verde precisa ser visto como um investimento. Seu custo, em relação ao telhado tradicional, pode ser o dobro. Este valor mais elevado explica as razões pelas quais, no Brasil, a ideia ainda é pouco utilizada, por mais interessante que seja.

A longo prazo, a duração do telhado verde é maior, por isso, mesmo com mais dinheiro investido, o retorno é melhor, mesmo ao serem considerados todos os cuidados e a manutenção necessária.

Vantagens do telhado verde

Gostou da ideia de ter um telhado verde? Confira as principais vantagens de investir em uma casa ecológica.

Bom isolante térmico

No interior da casa a temperatura se mantém sempre agradável, a ponto de você conseguir aproveitar a ventilação natural, deixando apenas janelas e portas abertas.

Economia financeira

Como o telhado faz captação da água da chuva, você também pode reaproveitá-la em outras partes da casa. No jardim, para regar as plantas, no banheiro para o vaso sanitário e até para a limpeza de alguns ambientes.

Bom isolamento acústico

Além do isolamento térmico, o telhado verde funciona como um bom isolante acústico. Isso se dá de forma muito semelhante aos sistemas de isolamento e diminui o barulho externo que chega até a sua casa (e o que sai dela para a rua).

Redução da poluição

A poluição da atmosfera é reduzida, tudo por conta das plantas que se encontram em cima da casa. Elas absorvem gás carbônico e entregam oxigênio, ao menos durante o dia, no processo de fotossíntese. 

Qualidade de vida

Há também melhora da qualidade de vida, uma consequência da redução da poluição e do favorecimento ao bioma da região.

Gostou dessas dicas? Se sim, compartilhe com seus familiares e amigos, e também em suas redes sociais. Receba conteúdo gratuito, diariamente, e siga-nos no Google News.