Como funciona a classificação de anúncios no Google Ads.

O Google Ads foi lançado nos anos 2000 e até hoje é o líder de mídia online. Através deste serviço, cria-se anúncios dentro das aplicações dos sites de busca. 

Existem três tipos básicos de anúncios dentro do Google Ads, aqueles que você vê antes de iniciar um vídeo no Youtube, os banners que ficam dentro de sites e blogs e os de pesquisa.

Todos podem ser utilizados para o seu negócio, mas hoje será focado em como ser encontrado através do Google Ads e alimentar seu sistema de crm.

O que é o Google Ads?

É um serviço pago oferecido pela Google para fazer a divulgação do seu conteúdo.

Atualmente, são abordados dois tipos principais de tráfego, ou seja, como as pessoas chegam até seu site via internet.

O tráfego orgânico é muito favorecido pela estratégia SEO e por um crm de vendas, já o  pago é quando se pagam plataformas, assim como o Google Ads, para levarem o seu conteúdo.

Então, sendo uma maneira de tráfego pago, é certeza que você vai ser bem ranqueado nas pesquisas Google? Não necessariamente.

A classificação dentro do Google Ads não é simples de entender, mas depende de uma série de características e índices do seu anúncio, não dependendo somente do valor do lance, ou seja, o preço que você paga pelo click em seu anúncio.

Vale ressaltar que se bem utilizado, o Google Ads, além de trazer mais visibilidade ao seu negócio, pode ser integrado ao crm, tornando ainda mais completo esse software de gestão de relacionamento com seus clientes.

Qual a importância da classificação de anúncios no Google Ads?

Quanto mais no topo de uma pesquisa, mais eficiente é o seu anúncio, mas não necessariamente será preciso pagar mais dinheiro por essa posição.

Isso porque, existem vários elementos que definem a sua classificação final, como:

  • O valor do lance;
  • O nível de qualidade nos lançamentos;
  • A classificação mínima;
  • A concorrência;
  • O contexto da pesquisa;
  • As extensões e formatos de anúncio com impacto.

Logo, alinhando todas essas especificações, é possível que esteja até mesmo em primeiro lugar quando houver uma pesquisa ligada a sua palavra-chave.

Isso aumenta as chances de seu site ser visitado, e para que isso seja positivo, é importante que ele tenha sido desenvolvido para desktop e mobile.

Pensar na experiência do usuário, dentro de UX e UI design também ajuda a melhorar a classificação, tendo em vista que a navegabilidade deve ser fluida.

Após conquistar uma boa classificação e oferecer ao seu visitante uma experiência positiva, é possível que ele entre na primeira fase de seu pipeline de vendas através de sua landing page.

Sendo assim, o primeiro passo para a conquista do cliente já foi dado. Com isso, é a vez do seu time de vendas atuar.

Como acontece a classificação de anúncios no Google Ads?

É preciso relembrar as especificações citadas acima e explicar cada uma delas. Dessa forma, continue a leitura para saber mais.

  1. Valor do Lance

É o valor que você paga pelo clique do seu anúncio, seu lance é o que permite sua participação no leilão (pesquisa).

  1. A Qualidade do Anúncio

São analisadas a relevância e a utilidade da publicidade em que quer divulgar através do Google Ads.

O índice de qualidade pode ser acompanhado dentro da própria plataforma, sendo possível aprimorá-lo para um melhor desempenho do seu anúncio.

  1. Classificação mínima

É o parâmetro que define se o anúncio vai ou não ser publicado, porque se eles não atenderem a classificação mínima, eles não têm nem a chance de serem exibidos.

Ou seja, além de todos os critérios, essa classificação também depende do seu lance. Se ela não for alcançada, o anúncio não passa. 

Agora, caso seja alcançado, o seu lance para o anúncio poderá ser feito.

  1. Concorrência

Todos os seus concorrentes passam pela classificação mínima. Sendo menor que ela, estão desclassificados, mas se maiores, vão para a do ranqueamento. Porém, nem todos necessariamente serão exibidos.

  1. Contexto da pesquisa

O perfil, localização, horário, termos e outros padrões formam o contexto da pesquisa. E esse filtro faz com que anúncios sejam ou não aptos no leilão e então, apareçam ao usuário.

  1. O impacto

As taxas de cliques e o destaque das extensões, definem o desempenho de um anúncio, logo, quanto mais recebe destaque, melhor o seu desempenho dos próximos leilões, formando assim uma crescente.

Todos esses critérios podem ser melhorados através da aplicação de ferramentas específicas para esta gestão de relação com o cliente, pois isso é importante na aderência de um crm plano antes da contratação do Google Ads.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Markplan, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes sobre estratégias de negócios, pensados para abranger informações e novidades relacionadas aos maiores segmentos empresariais.