A COP 27 ocorreu no último mês e foi um evento que despertou diversos líderes e chefes de países sobre a importância do cuidado para com o meio ambiente e sobre a criação de projetos que visem ajudar o mundo a se tornar um lugar melhor.

Não é novidade para ninguém que o meio ambiente está passando por graves problemas e precisa urgentemente do apoio de pessoas que possam ajudá-lo, afinal de contas, os problemas gerados na natureza derivam das ações de seres humanos.

A chegada das grandes máquinas e a produção em excesso fizeram com que diversos componentes químicos fossem liberados no ar e que a natureza, que era tão pura e essencial, passasse a ser destruída em prol do dinheiro e do poder.

Com o passar dos anos, podemos ver o quanto isso foi horrível para o nosso mundo e trouxe diversos problemas que, segundo especialistas do segmento, podem demorar milhares e milhares de anos para serem solucionados.

Por isso, muitas empresas e projetos estão decidindo tudo o que possuem em prol de ajudar o meio ambiente, seja através de um programa controle de frota ou até mesmo da presença na COP.

No maior evento de cuidado com o meio ambiente, muito se debateu sobre o termo da dívida do clima, que poucos conheciam, mas que se tornou essencial e faz com que todas as pessoas reflitam sobre suas ações e cuidados para com a natureza.

Pensando nisso, hoje iremos falar mais sobre a COP 27, a importância desse evento para todo o mundo, as principais pautas que foram debatidas no evento e o que significa a dívida do clima e como ela pode ser paga.

Entenda o que é a COP 27 

Para começo de conversa, é importante que você entenda o que é a COP 27. Pois bem, tal sigla diz respeito à 27ª sessão da Conferência das Partes, um evento criado e promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU) desde 1995.

Chegando em sua 27ª edição, o objetivo principal do evento é reunir os maiores líderes mundiais para promover debates e soluções para problemas ambientais e climáticos que se baseiam na produção de um relatório ambiental simplificado para cada nação.

O evento surgiu como uma forma de conscientizar grandes líderes sobre a importância do cuidado com o meio ambiente e para que todos pudessem traçar soluções e ideias inovadoras para ajudar nessa jornada.

Assim como diversos outros projetos desenvolvidos pela ONU, a COP foca na construção de um mundo melhor para as pessoas e também para as gerações futuras, trabalhando para que todas as nações possam se unir em prol disso.

A importância das edições da COP para a sociedade

Agora que você entende o que é a COP, chegou o momento de entender um pouco mais sobre a importância das edições anuais desse evento para a sociedade e como as decisões tomadas nele podem interferir no nosso dia a dia.

Bom, sabemos bem que a tecnologia e as máquinas trouxeram diversos benefícios para as pessoas, como novos meios de tratamento de doenças e novos projetos de loteamentos que pudessem fazer as pessoas realizarem o sonho de terem a sua própria casa.

Entretanto, como nem tudo são flores, todo esse universo também acabou favorecendo o desenvolvimento de grandes e graves problemas para as pessoas e para o meio ambiente, colocando sua saúde em risco, como:

  • Desmatamento;
  • Produção de lixo;
  • Descarte incorreto;
  • Muita poluição;
  • Substâncias tóxicas no ambiente;
  • Aquecimento global;
  • Falta de água.

Não é novidade para ninguém que esses problemas estão acabando com o nosso mundo e que precisam ser urgentemente tratados da melhor forma possível para que todos os devidos responsáveis paguem pelo que fizeram e tentem mudar esse cenário.

Pensando nisso, entendemos que a importância da COP vai muito além de apenas mais um evento que reúne pessoas importantes, mas a luta por uma causa que precisa de cada vez mais sensibilidade, visibilidade e mobilidade, que é justamente a causa ambiental.

Principais pautas desta edição da COP

Tendo em vista tudo o que mencionamos, a COP é um evento que discute os mais diversos assuntos, desde o custeio pecuário até mesmo os projetos de limpeza dos rios. Sendo assim, confira abaixo algumas das principais pautas discutidas na COP 27:

Descarbonização

Uma delas foi justamente a descarbonização, ou seja, os projetos que poderiam ser criados para que os países diminuíssem a grande taxa de emissão de carbono que existe no planeta e que polui o ar, gerando graves problemas para a maioria das pessoas.

Adaptação e agricultura

Além disso, a adaptação e a agricultura também foram pautas quentes na conferência, afinal de contas, a agricultura é essencial para a saúde humana e precisa se adaptar às tecnologias dos últimos tempos, por isso se tornou um assunto de grandes discussões.

Água

E é claro que não poderíamos deixar de falar sobre a água, um dos principais bens que garantem a vida humana e que, infelizmente, está acabando em todo o mundo. Ela também foi pauta da COP 27 para que projetos de economia dela fossem traçados.

Energia

Assim como a água, a energia elétrica também é essencial para o trabalho de uma empresa de manutenção de subestação e para o dia a dia das pessoas. Na COP, foram discutidas ideias de energia sustentável e como economizá-la para as gerações futuras.

Planos ambientais

Obviamente, os planos ambientais não poderiam ficar de fora desse universo, pois quando cuidamos do meio ambiente, cuidamos de todo o mundo, por isso a COP contou com diversas ideias de projetos que visam ajudar a melhorar o clima e o meio ambiente.

Essas foram apenas algumas das diversas pautas discutidas durante a COP 27 e que vale a pena entender para que você saiba mais sobre o que é discutido nesse tipo de evento e o que se busca alcançar a partir desses debates.

Saiba o que é a dívida do clima e como a pauta foi debatida 

E finalmente chegamos ao assunto principal do texto, vamos enfim conhecer o que é essa tal de dívida do clima que todo o mundo possui e como esse termo foi debatido na última COP, que ocorreu no Egito e contou com diversos líderes mundiais.

Antes de qualquer coisa, precisamos entender como a era digital mudou por completo o nosso mundo, permitindo que a busca por um coletor de água da chuva preço acessível fosse mais simples do que nunca.

Em contrapartida a tanta melhoria, é claro que também contaremos com coisas ruins que aconteceram, e algumas delas são justamente a lista de problemas ambientais que mencionamos acima e que se acumulam em todo o mundo com o passar dos anos.

Pense no planeta há mil anos, era completamente diferente do que conhecemos hoje, e não falamos apenas da tecnologia e da acessibilidade, mas da qualidade de vida e da preservação da nossa natureza.

As pessoas se preocupam em cuidar do meio ambiente e em garantir que tudo estivesse muito bem para que pudessem viver em paz e harmonia com a natureza, mas a sede por poder e a ganância do ser humano fez com que ele destruísse o bem mais precioso.

Ao destruir as árvores, poluir os mares e o ar, a raça humana cravou uma dívida alta com o meio ambiente, que está sendo cobrada aos poucos e vista até mesmo no resultado de um simples procedimento médico que se busca através do preço exame toxicológico.

Pessoas que desenvolvem problemas pulmonares, alergias e até mesmo doenças mais graves, por mais que não saibam, estão sendo diretamente afetadas pelo meio ambiente e pelo retorno de todo o mal que já fizeram a ele.

O aquecimento global e as secas que prejudicam a saúde das pessoas não derivam de simples ocorrências, mas de sequências de agressões que a natureza sofreu por parte dos humanos durante todos esses anos.

Por isso, entendemos que a dívida do clima diz respeito ao mal que o ser humano já causou na natureza e que está sendo paga através dos problemas que foram gerados por eles mesmos, o preço tem sido alto para todo o mundo.

Sendo assim, durante a COP 27, além de discutirem sobre a construção de uma elevatória de esgoto residencial para alguns países, também foram traçados projetos que visam a limpeza do meio ambiente e uma nova relação harmoniosa entre o homem e a natureza.

Tal ideia possui uma grande relevância social, pois incentiva as pessoas a entenderem a importância de cuidar do meio ambiente e trabalharem em conjunto para que possam fazer do mundo um lugar melhor para elas mesmas e para as próximas gerações.

Devido à confidencialidade do que é debatido sobre esse assunto durante a COP 27, não se sabe ao certo o que ainda será feito para mudar essa situação, mas o primeiro passo já foi dado, e agora é esperar os próximos passos para a mudança por completo.

Considerações finais

Com isso, podemos entender que eventos como a COP 27 surgiram para mudar o mundo e a forma como vemos o meio ambiente, entendendo que até mesmo a grande dívida do clima que existe pode ser paga aos poucos e de forma leve.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.