Desvendando o papel dos praticantes da sustentabilidade

No cenário atual, onde as preocupações ambientais são urgentes e as mudanças climáticas ameaçam o equilíbrio do planeta, surge uma figura essencial: os praticantes da sustentabilidade. Estas pessoas dedicam suas vidas a promover práticas sustentáveis, proteger o meio ambiente e construir um futuro mais saudável e equitativo para as gerações futuras.

“Essa iniciativa das pessoas de contribuir para conscientizar sobre a importância da reciclagem e da sustentabilidade, para nós da TerraCycle, é fundamental porque precisamos de vozes que possam chegar em todos os lugares do Brasil e dessa união para vivermos em um ambiente mais saudável”, explica Mariane Marcheti, Gerente dos Programas de Reciclagem da TerraCycle.

Um dos papéis mais importantes destas pessoas é educar e conscientizar a população sobre os problemas ambientais enfrentados. Elas trabalham incansavelmente para destacar questões como, por exemplo, promover a reciclagem. Ao aumentar a conscientização, capacitam as pessoas a tomarem medidas individuais e coletivas para cuidar do meio em que vivemos.

Depoimentos:

Um dos exemplos a ser citado é o trabalho da Amanda Aymê Santos Bueno, de Santa Catarina, que, de maneira consciente, como forma de incentivar a reciclagem e o descarte correto dos materiais recicláveis, resolveu olhar para os resíduos que não têm valor no mercado. Ela interage com as pessoas por meio do seu projeto Green Revolution. “Além de atender às demandas empresariais por indicação, para coleta de resíduos sólidos cobramos e destinamos o valor para associações de catadores parceiros. Já os resíduos de difícil reciclagem, recebemos de forma voluntária, através das associações que temos parceria e enviamos para projetos de reciclagem como os programas gratuitos da TerraCycle” conta.

Outra história a ser compartilhada é de Thairine Moreno Galhera, moradora de São Paulo, que está à frente do projeto Minha Vida Eco. Desde muito jovem surgiu o interesse nos assuntos relacionados à sustentabilidade, como ela relata: “Comecei incentivando o pessoal de casa a reciclar o lixo, e fazia objetos com materiais reciclados. Aos 15 anos comecei um trabalho de conscientizar as pessoas explicando que temos que agir. É importante lembrar as pessoas que temos um só planeta e que os recursos naturais estão se esgotando. Quando descartamos nossos resíduos corretamente, ajudamos a encontrar possíveis soluções para todos esses problemas”.

Mais uma pessoa que inspira mudanças é a Andrea Almeida Gonçalves de Oliveira, da ONG Mãos que Limpam, de Pernambuco, que também contribui compartilhando mensagens a respeito do meio ambiente, sustentabilidade, logística reversa e divulgando iniciativas de reciclagem para resíduos considerados não-recicláveis em diversos estabelecimentos. “Para mim, o mais gratificante é quando consigo sensibilizar uma pessoa e, aos poucos, vamos ampliando essa rede do bem e conscientizando cada vez mais gente a pensar num futuro melhor para nós e para as próximas gerações”, relata.

No Rio de Janeiro, a idealizadora do Faz Girar Market, Paula Maia, também tem um trabalho de conscientização e ela já chegou a arrecadar mais de 50kg de esponjas que foram enviadas ao Programa de Reciclagem Scotch-Brite em parceria com a TerraCycle. Esse é um dos tipos de resíduos que pode ser reciclado através de iniciativas inovadoras, mas nem todo mundo tem conhecimento. Como ela explica: “tudo começou com uma caixinha pequena e hoje temos um volume grande de materiais recolhidos. É importante divulgar porque muita gente não sabe que as esponjas podem ser recicladas. Além disso, fazemos uma troca e, quem leva as esponjas para reciclagem, ganha uma esponja natural que, inclusive, contribui muito com o meio ambiente”, finaliza.

Os praticantes da sustentabilidade desempenham um papel vital na construção de um futuro mais sustentável e resiliente. Suas ações e seu compromisso estão moldando um mundo onde o desenvolvimento humano e econômico é equilibrado com a conservação do meio ambiente.