Economia e sustentabilidade

O Brasil tem grande potencial para o uso de energia solar, pois é um país com muita incidência de sol. Desse modo, é possível investir em economia e sustentabilidade de forma contínua e benéfica.

Além de ser um investimento de baixo impacto ambiental, a energia renovável pode se tornar uma importante fonte para o mundo no futuro, afinal, é inesgotável, reduzindo desperdícios e agressões ambientais.

Econômica e sustentável, a energia fotovoltaica é cada vez mais uma opção para quem deseja reduzir suas contas de energia elétrica e proteger o meio ambiente, seja em uma residência ou empreendimento corporativo-comercial.

Acompanhe o texto na sequência para entender os pontos positivos do uso de painéis solares para pequenas, médias e grandes empresas e o impacto dessa solução na sociedade.

O que é um sistema fotovoltaico?

Na prática, o sistema fotovoltaico consiste no uso de placas para a captura da luz solar para transformá-la em energia. Ou seja, a energia fotovoltaica é produzida a partir da luz solar. 

Por meio desse processo, o mecanismo permite que os consumidores abasteçam suas casas e empresas de forma menos agressiva ao ambiente, o que também permite reduzir custos de energia elétrica e otimizar aspectos de produção.

Inclusive, até alguns anos, apesar da grande economia a longo prazo, o alto custo da instalação das placas solares e demais elementos envolvidos nesse sistema se mostravam um grande empecilho para a adesão da energia solar em massa.

Contudo, com o desenvolvimento da tecnologia, o custo do sistema foi reduzido e hoje é possível maximizar a energia solar no orçamento de reformas comerciais, possibilitando a adesão nos mais diversos ambientes.

Inclusive, para se ter uma ideia da importância e crescimento desse sistema, segundo a Associação Brasileira de Energia Fotovoltaica (Absolar), os painéis já representam a maior parte da eletricidade produzida em uma usina localizada em Itaipu, o que é um grande avanço nesse cenário.

Mais ainda, tal exemplo destaca o crescimento e reconhecimento no uso da energia renovável e seus benefícios. 

Com isso, a tendência é que nos próximos anos, a população se beneficie direta ou indiretamente da produção de energia solar.

Entenda o funcionamento de um painel solar

Na prática, os componentes do sistema fotovoltaico consistem em painéis solares e inversores interativos, responsáveis por capturar a luz solar e por transformar esse calor em energia elétrica, respectivamente. 

Para que isso seja possível, esses módulos possuem células solares, que representam uma estrutura da menor unidade tecnológica capaz de converter luz em eletricidade.

Elas são feitas de materiais semicondutores, como o silício, compostos de camadas negativas e positivas, que, em reação, criam um campo elétrico que produz a energia que será direcionada e armazenada.

O módulo fotovoltaico contém várias células que se combinam, formando a estrutura de painel solar comumente conhecida: uma placa grande e escura com linhas condutoras.

Assim, devido a presença de mais células e elementos capazes de transformar e armazenar tal energia, quanto mais painéis se usa em um projeto, mais energia a empresa de engenharia civil pode produzir.

Por que usar painéis solares? 

O desenvolvimento de sistemas fotovoltaicos apresenta diversos benefícios para a sociedade, mas se mostra um excelente diferencial competitivo ao ser implementado em um empreendimento. 

Afinal, além do potencial de economia com energia e redução de custo, consegue-se destaque a partir de ações mais ecológicas, o que atrai muitos consumidores que apoiam essas causas. Veja a seguir quais são essas vantagens.

  1. Instalação conveniente

Por estarem localizados em áreas externas, principalmente na cobertura de edifícios das construtoras em SP, a instalação de módulos fotovoltaicos geralmente não interfere nas operações do dia a dia do negócio, otimizando o processo.

Além disso, a adoção de um sistema plug-and-play torna o processo muito mais fácil e rápido, com mínima interferência no sistema elétrico e nas atividades. 

Com isso, o sistema pode ser aplicado com mais velocidade, contribuindo com a redução de gastos com a energia elétrica e com a produtividade das equipes, visto que não é necessário afastar os colaboradores habituais e nem adiar a instalação para um final de semana, por exemplo.

Esse processo também facilita a ampliação do sistema à medida que sua empresa cresce e exige mais energia. Afinal, é só incluir novas placas ou ampliar os conversores e sistema de armazenamento.

  1. Economia

Diferentemente da energia produzida pelas hidrelétricas, principalmente pelo fácil acesso à luz solar, os custos de um projeto elétrico residencial e empresarial que inclui a energia solar tende a ser mais baixo.

Isso porque a energia convertida pode ser utilizada para abastecimento da empresa e até utilizada para “abater” a energia elétrica disponibilizada pelas redes de distribuição. 

Consequentemente, há uma queda no consumo e no custo devido ao uso da energia limpa e renovável, que por si só já é uma importante vantagem ao reduzir o gasto de recursos e posicionar a empresa como verde.

  1. Tempo de manutenção

Os sistemas fotovoltaicos têm vida útil de mais de 25 anos produzindo energia limpa, sustentável e de alta qualidade.

Além disso, a instalação requer menos manutenção preventiva e de reparo. Inclusive, os processos de manutenção e limpeza são tão simples que até os próprios empreendedores podem fazê-lo.

Por exemplo, se o módulo estiver sujo, você pode limpá-lo a cada 6 meses, pois é usada uma película protetora para evitar o acúmulo de poeira.

Apesar disso, é sempre importante recorrer ao suporte profissional para garantir um processo mais ágil e correto, prolongando ainda mais a vida útil das placas e reduzindo a necessidade de trocas – o que traz ainda mais economia.

  1. Sustentabilidade

Como um país tropical, o Brasil recebe uma alta quantidade de luz solar que pode ser transformada em energia.

Isso significa que é uma fonte inesgotável e bastante interessante para o suprimento da empresa e até para a redução da pegada ecológica do empreendimento.

Onde usar painéis solares?

Em relação à energia solar, deve-se entender de antemão que hoje ela não está apenas conectada a painéis solares instalados nos telhados de determinados edifícios, sendo praticamente de uso exclusivo de grandes empresas.

Afinal, com o crescimento e maior acesso tecnológico, ela foi introduzida em novos produtos no Brasil e no mundo, criando um novo estilo de vida mais sustentável.

Acima de tudo, a energia solar é conhecida como uma fonte de energia renovável, limpa e inesgotável. Veja abaixo suas principais aplicações.

Iluminação

É uma ótima opção para aumentar a eficiência energética de um imóvel, independentemente de sua finalidade.

Além disso, esse tipo de iluminação não requer instalação complicada, podendo ser implementada em diversos estilos, inclusive o industrial. 

Já os painéis armazenam energia possibilitam que os aparelhos operem mesmo à noite, momento em que não há abastecimento do sol. 

Contudo, é importante ter ciência da capacidade de armazenamento e necessidade de produção para que a energia não venha faltar em um momento de emergência.

Transporte

A demanda por energia solar no transporte está aumentando dia a dia.

Em países como a China, já existem ônibus movidos a energia solar para reduzir as emissões de gás carbônico, o que é muito vantajoso e interessante, trazendo luz sobre novas possibilidades de aplicação dessa fonte.

Com isso, e o movimento constante de diversas empresas, os carros solares também se tornam uma realidade cada vez mais possível – e até acessível – o que pode ser um importante aliado para estabelecer seu negócio como uma grande autoridade, por exemplo, ao adotar frotas para entregas mais ecológicas.

Hotéis e pousadas

Hotéis e pousadas são áreas em que o uso de painéis solares é de grande utilidade. Afinal, possuem áreas comuns que consomem muita eletricidade, além de quartos equipados com ar condicionado, frigobar e TV.

Quando você pensa em um grande negócio durante a alta temporada, rapidamente percebe que as contas de energia podem se traduzir em números assustadores. Não à toa, muitos estabelecimentos consideram esse nível de consumo como o principal custo.

Outra razão para adotar a tecnologia fotovoltaica é evitar possíveis quedas de energia, que são ruins para a reputação da empresa, seja a curto ou longo prazo.

A economia no consumo também ajudará a reduzir as diárias e modernizar os espaços, tornando toda a hospedagem mais atrativa e única. Ou seja, isso aumentará a competitividade da empresa.

Postos de combustível

Outra área em que o uso de painéis solares pode levar a economia de energia e redução de preços de produtos e serviços são os postos de combustível.

Isso porque postos desse tipo, em geral, possuem:

  • Freezers;
  • Geladeiras;
  • Cafeteiras;
  • Sistemas internos;
  • Câmeras de segurança.

Ou seja, diversos equipamentos que demandam um alto uso e, consequentemente, alto consumo energético.

Assim, a infraestrutura se beneficia da instalação de painéis solares para redução de custos. 

Aqui, um importante diferencial é que é possível transformar essas economias em descontos e promoções para os clientes, bem como para expandir o local e agregar atividades que melhorarão a experiência dos consumidores.

Supermercados

Se uma casa já consome uma quantidade significativa de energia, imagine um supermercado cheio de grandes equipamentos elétricos.

Para se ter uma ideia, o consumo de energia elétrica é o segundo maior gasto nesse tipo de negócio, afetando diretamente o valor dos produtos colocados à venda. 

Pensando nessa perspectiva, é fácil entender a importância do uso de painéis solares nesses espaços.

A boa notícia é que as instituições financeiras, reconhecendo a necessidade de sustentabilidade, passaram a oferecer linhas de crédito específicas para financiar instalações solares em supermercados.

Aliás, a questão da sustentabilidade criou um diferencial para o comércio, visto o aumento de clientes ambientalmente conscientes e que exigem posturas sustentáveis das marcas com as quais se relaciona.

Se essa questão pode ser combinada com uma redução de preço do produto, devido à economia de energia, é melhor para ambos.

Comércio varejista

O mesmo raciocínio utilizado no caso dos supermercados pode ser levado em conta para outros negócios, como o setor de varejo como um todo.

Os empresários perceberam que economizar energia elétrica é algo que afeta diretamente o sucesso de um negócio e até mesmo a continuidade de sua própria operação.

Assim, passaram a adotar medidas para tornar a produção e fluxos diários mais corretos.

Nesse contexto, a adesão das placas, primeiramente, gera uma redução drástica nas contas de eletricidade, gerando economias mensais que cabem no bolso. 

Outra forma de conquistar novos clientes é economizar energia no custo dos produtos ou descontos e promoções atraentes. Todo esse cenário trará interessantes margens de lucro e competitividade.

Considerações finais

Ao longo deste texto, trouxemos informações sobre o funcionamento, as vantagens e as possibilidades de uso dos painéis solares.

Como você pode ver, eles são componentes muito importantes para economizar energia e apostar em métodos profissionais mais sustentáveis, sendo um ponto de destaque para a marca – mas que aos poucos tem se tornado um elemento crucial para o sucesso das operações.

Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.