Estudo Alerta para Aumento de Eventos Climáticos Extremos Simultâneos nas Costas

Foto: Divulgação

Hong Kong – Um novo estudo da Universidade Politécnica de Hong Kong revela que as comunidades costeiras globais estão cada vez mais expostas a ondas de calor e tempestades simultâneas, fenômeno que pode quintuplicar até meados do século devido às mudanças climáticas. O estudo, publicado na revista Communications Earth and Environment, mostra que a sobreposição destes eventos extremos pode exceder a capacidade de resposta das comunidades, levando a riscos significativos de inundações e ondas de calor mortais.

De acordo com Mo Zhao, principal autora do estudo, os eventos climáticos extremos, que tradicionalmente são monitorados individualmente, agora ocorrem ao mesmo tempo, aumentando drasticamente os riscos para as populações afetadas. “Não temos recursos suficientes para lidar com estes dois extremos ao mesmo tempo”, explicou Zhao.

O estudo destaca que, entre 1998 e 2017, as áreas costeiras registraram um aumento de 3,7 dias por ano em eventos climáticos extremos combinados, comparado com as duas décadas anteriores. Além disso, projeta que, no pior cenário de emissões de gases de efeito estufa, esses eventos poderiam aumentar em mais 31 dias por ano até 2049.

As regiões tropicais, como o Sudeste Asiático, África Ocidental e partes orientais da América do Sul, seriam as mais afetadas. O estudo enfatiza a urgência de cortes significativos nas emissões de gases para evitar o cenário mais grave e aponta para a necessidade de adaptação das infraestruturas costeiras e a implementação de sistemas de alerta precoce para proteger melhor as comunidades vulneráveis.

Sem avaliações ainda
Redação
Para falar conosco basta enviar um e-mail para redacaomeioambienterio@gmail.com ou através do nosso whatsapp 021 989 39 9273.