Na COP-28, BNDES anuncia investimento de R$ 75 mi em fundo para pequenas e médias empresas na Amazônia

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aportará, por meio de seu braço de participações acionárias, a BNDESPar, até R$ 75 milhões em um fundo de investimento dedicado a pequenas e médias empresas sustentáveis com atuação na Amazônia. Com esses recursos, somados aos de outros investidores, o fundo de capital de risco Amazon Biodiversity Fund Brazil (ABF FIP) deverá alcançar capital comprometido de R$ 235 milhões para investir em cerca de 15 empresas, com aportes de R$ 4 a R$ 20 milhões por ativo.

“O investimento é mais uma das iniciativas do BNDES alinhadas com as políticas públicas de promoção do desenvolvimento sustentável da Amazônia e da economia verde, com o diferencial de apoiar o empreendedorismo de impacto”, disse a diretora de Mercado de Capitais e Finanças Sustentáveis do Banco, Natália Dias, que anunciou o compromisso nesta segunda-feira, 4, na COP-28, em Dubai.

Segundo Dias, “o fundo é inovador por sua estrutura de blended finance e parceria entre diferentes atores públicos, privados e do terceiro setor comprometidos com o desenvolvimento sustentável na região, como ASN Bank da Holanda, Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT), L’Oréal Fund for Nature Regeneration e Soros Foundation”.

A seleção dos ativos observará quatro eixos de atuação: conservação, reflorestamento e meios de subsistência comunitários; cadeias de valor de pequenos produtores; agricultura sustentável; e inovação em serviços, finanças e tecnologia da biodiversidade. O objetivo é gerar impacto positivo sobre a biodiversidade e as comunidades na Amazônia Legal brasileira, com foco nos setores de ativos ambientais, agricultura, produção de alimentos, bebidas e tecnologia da cadeia de suprimentos.

A estrutura inovadora de blended finance do Fundo, de caráter híbrido, permite a combinação de instrumentos diversos, como cota subordinada, dívida, créditos de carbono e garantias, o que contribui para mitigar o risco, atrair mais investidores e ampliar o impacto positivo na Amazônia.

Para acompanhar os resultados de cada investimento realizado, serão adotados indicadores padronizados e planos de ação ambiental e social. A efetividade das iniciativas será avaliada em áreas temáticas como clima, ecossistemas, espécies, subsistência, inclusão, empresas sustentáveis e retorno econômico justo.

O ABF FIP – O Amazon Biodiversity Fund Brazil Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia (ABF FIP) foi selecionado por meio de chamada pública para investimento de impacto promovida pela BNDESPAR. O fundo é gerido pela brasileira Vox Capital em parceira com a Impact Earth, empresa internacional com presença no Brasil e especializada em investimentos de impacto em capital natural.

BNDES e fundos de participação – Um dos pioneiros no apoio a programas de estruturação de fundos de capital de risco no Brasil, o BNDES participa dessa indústria desde a década de 1990. A BNDESPAR tem, atualmente, capital comprometido em 52 fundos ativos, num total de R$ 6,8 bilhões, com alavancagem de 4,5 vezes, ou R$ 31 bilhões, de outros investidores.

A carteira inclui fundos de private equity, com investimentos em agronegócio, logística e energia; fundos de capital de risco, contemplando setores de tecnologia da informação e biotecnologia; e fundos de capital semente, voltados a empresas nascentes de base tecnológica.