continua após a publicidade

A PetroRecôncavo S.A. (RECV3) comunicou nesta terça-feira (14) aos seus acionistas e ao mercado em geral a divulgação de uma nova certificação de reservas e recursos da companhia e suas subsidiárias Recôncavo E&P, Potiguar E&P e SPE Miranga, elaborada pela consultoria independente Netherland, Sewell & Associates, Inc. – NSAI, com data de referência de 31 de dezembro de 2022.

De acordo com os critérios do Petroleum Resources Management System (PRMS), a NSAI certificou as reservas de petróleo e gás natural da companhia, incluindo as reservas dos campos dos Polos Remanso + BTREC e Miranga, que compõem o Ativo Bahia, e do Polo Riacho da Forquilha, que compõe o Ativo Potiguar.

O relatório aponta um aumento de 14,9 milhões de barris de óleo equivalente (MMBOE) quando consideradas as reservas brutas de óleo e gás classificadas como 2P (provadas + prováveis), em comparação com o documento anterior referente a dezembro de 2021, totalizando 170,8 MMBOE.

Considerando a produção total bruta de participação da companhia acumulada nos campos durante o ano de 2022, que foi de 7,6 MMBOE, o volume total de reservas incrementais geradas foi de 22,5 MMBOE, o que representa uma taxa de reposição de reservas 2P (Reserves Replacement Ratio – “RRR”) de 3,0.

Com uma relação entre o volume de reservas 2P e o volume produzido em 2022 (R/P) de 20 anos, a PetroRecôncavo segue demonstrando a robustez de suas reservas e recursos, consolidando sua posição como uma das principais empresas do setor de óleo e gás no Brasil.

continua após a publicidade