crimes

A criminalidade é um problema social que afeta a todos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. A cada dia, somos bombardeados com notícias sobre crimes de diversos tipos, desde os mais simples até os mais complexos e violentos. 

Diante desse cenário, é importante compreendermos quais são os tipos de crimes mais comuns no Brasil, suas causas e consequências. 

Conhecer a realidade da criminalidade em nosso país pode ajudar na adoção de políticas públicas mais efetivas, bem como na prevenção de situações de risco para nós mesmos e para nossa comunidade. Confira a seguir quais crimes são mais frequentes e como isso pode ser apresentado socialmente. 

Do que se trata os crimes em espécie?

Os crimes em espécie são os tipos específicos de delitos previstos em lei, descritos detalhadamente quanto aos seus elementos constitutivos, condutas proibidas, consequências jurídicas e penas futuras. 

Em outras palavras, são os crimes, que estão tipificados no Código Penal e em outras leis penais, como a Lei de Drogas, a Lei de Crimes Ambientais, entre outras. Cada crime em espécie tem suas particularidades, definidas pela lei que o tipifica.

A definição dos crimes em espécie é importante para a justiça, ao permitir a aplicação das penas conforme a gravidade do delito e as circunstâncias em que foi cometido.

Dessa maneira, o conhecimento deles ajuda a conscientizar a população sobre as condutas consideradas criminosas e podem levar à punição pela justiça.

Quais crimes são frequentemente cometidos no Brasil?

De acordo com o levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) divulgado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) do Ministério da Justiça, grande parte da população carcerária do país cumpre pena por ter cometido pelo menos cinco delitos mais comuns.

Ao destacar essa lista, é importante pensar que independente dos tipos de crimes mais comuns no Brasil, existem outros aspectos importantes a serem considerados no estudo da criminalidade. 

Dentre eles estão:

  • Crimes contra o patrimônio (roubos, furtos, assaltos);
  • Crimes de tráfico de drogas;
  • Crimes de violência física (agressões, lesões corporais, homicídios);
  • Crimes de violência sexual (estupros, abuso sexual);
  • Crimes de corrupção (desvio de dinheiro público, suborno);
  • Crimes contra a honra (difamação, injúria e calúnia);
  • Crimes de fraude (estelionato, falsificação de documentos);
  • Crimes ambientais (poluição, desmatamento, pesca ilegal);
  • Crimes cibernéticos (roubo de dados, golpes virtuais);
  • Crimes de trânsito (embriaguez ao volante, excesso de velocidade, ultrapassagem perigosa).

Vale ressaltar que essa lista não é a única que pontua os mais comuns e que existem outros tipos de crimes que também acontecem com frequência no Brasil. 

Além disso, é importante lembrar que a incidência desses crimes varia conforme a região, a classe social, a idade e o gênero das vítimas e dos criminosos, entre outros fatores.

E a prevenção de crimes, como fica?

Muitos crimes no Brasil não são solucionados, seja por falta de investimentos em investigação e tecnologia, seja por corrupção e má gestão dos recursos públicos. 

Isso faz com que muitos criminosos configurem impunes e sintam-se encorajados a continuar cometendo delitos. É importante destacar a importância de uma cultura de prevenção de crimes. 

Investimentos em políticas públicas de segurança, como a implementação de câmeras de monitoramento, iluminação pública adequada, programas de capacitação e treinamento para a população, bem como a criação de espaços de convivência e lazer, podem contribuir para a redução da criminalidade. 

Além disso, a educação e conscientização da população sobre a importância do respeito à lei, da ética e dos valores sociais também são fundamentais para a construção de uma sociedade mais justa e segura.

Para finalizar

É fundamental que a população tenha conhecimento desses crimes para poderem evitar comportamentos que levem a sanções penais. 

Dessa maneira, é importante que as autoridades e órgãos competentes trabalhem constantemente para aprimorar o sistema de justiça criminal, buscando garantir que as leis sejam aplicadas de forma justa e efetiva. 

Nesse sentido, cabe a cada um de nós fazer a nossa parte, agindo sempre de forma ética e respeitando as normas que regem a nossa sociedade. 

Você já tinha noção dessa lista e os tipos de crimes mais cometidos? Comente a baixo!

Sem avaliações ainda