10 dicas de como começar um dropshipping de sucesso

O dropshipping é uma modalidade de vendas ou logística online. Nela, a loja atua como intermediadora de vendas, divulgando e comercializando produtos. Trata-se de uma das apostas mais promissoras de e-commerce por uma série de fatores, entre eles, a dispensa de estoque. Veja, aqui, dicas de omo começar um dropshipping de sucesso e faturar muito. 

Na prática, o dropshipping funciona assim. Você cria uma loja online e, nela, divulga produtos de fornecedores específicos. O cliente, então, acessa seu site, compra aquele produto e recebe em casa, normalmente. A diferença, aqui, é que você não precisa ter estoque desse produto, pois a solicitação é feita direto para o fornecedor. 

Por isso, o lucro está na diferença entre o valor pago a você e o que será repassado ao fornecedor final. O sistema é simples e rentável, pois corta uma série de despesas. O cuidado que se deve ter, entretanto, é ao contratar fornecedores confiáveis. Se tem interesse em atuar na área, veja como começar um dropshipping e bombar suas vendas. 

10 dicas para começar um dropshipping de sucesso

O e-commerce, de forma geral, é uma aposta promissora, pois se encontra em franco crescimento. No caso do dropshipping, é ainda mais interessante porque propicia a venda de produtos diferenciados sem os custos de uma estrutura física para estoque. Mas, há que se atentar a pontos primordiais para que se torne, de fato, um negócio de sucesso.  

  1. Abra um CNPJ

O primeiro passo para estruturar sua loja de dropshipping é abrir um CNPJ. Embora algumas plataformas, a exemplo da Shopify, não exija o procedimento, isso é importante para o cumprimento de obrigações fiscais.

Só para ilustrar, a maioria das empresas voltadas à atividade intermeia negócios internacionais. Isso exige pagamento de impostos, entre outras demandas que exigem a legalização da empresa. Consulte um contador ou contadora para receber orientações. 

  1. Contrate uma boa plataforma 

Depois de legalizar o seu negócio, é hora de hospedar sua loja em uma boa plataforma. O ideal é buscar por ferramentas robustas e de fácil navegação, facilitando a experiência do cliente. Também é importante contar com recursos úteis ao trabalho, a saber:

  • personalização do e-commerce
  • aplicativos para processamento de pedidos
  • parcelamento
  • pagamento via boleto 
  • reviews

Em suma, são funcionalidades que aumentam as taxas de conversão, além de otimizar a compra da pessoa interessada. 

  1.   Determine o nicho 

Um dos fatores que vai determinar o sucesso do seu dropshipping é escolher um produto diferenciado. Você precisa levar ao mercado um serviço cujo acesso não é tão facilitado, de forma a atrair a atenção para o seu negócio. 

Para isso, é preciso definir um nicho de atuação para impulsionar o potencial de vendas. Entre os mais buscados, estão:

  • produtos pet 
  • artigos para bebê
  • alimentação 
  • fitness
  • decoração
  • tecnologia 
  • beleza e bem-estar 

Lembre-se de trazer marcas bem conceituadas para construir a sua credibilidade e autoridade na área. 

  1. Tenha um aplicativo processador de pedidos 

Principalmente para quem vai negociar com fornecedores chineses, ao app processador de pedidos conecta a loja a eles, simplificando a importação. Entre as vantagens de usar a ferramenta, destacamos a seleção de bons fornecedores, mineração dos produtos e integração dos mesmos à loja. 

  1. Calcule a margem de lucro 

Como você vai revender um produto normalmente importado, é preciso ter bastante atenção na hora de calcular o seu lucro. Saiba que há muito mais a considerar do que, simplesmente, a diferença entre o valor pago pelo cliente e o que você vai pagar ao fornecedor. 

Inclua taxas, investimentos em propaganda e, principalmente, os impostos com importação. 

  1. Tenha bons fornecedores 

A base do dropshipping é a compra direta com o fornecedor, sem que você tenha os produtos em estoque. Ao mesmo tempo em que facilita a estrutura do negócio, demanda atenção por parte do intermediador. 

Isso se dá, sobretudo, pela credibilidade do fornecedor no que concerne a qualidade dos produtos, respeito aos prazos de entrega e compromisso com o intermediador. Para ajudar na escolha, confira as avaliações dos produtos, bem como do atendimento do fornecedor. 

Além disso, verifique a quantidade de produtos já comercializados pela empresa, reviews e fotos. Para certificar-se de que tudo corra bem, peça antes um produto para você e, só aí, inicie a probabilidade de revenda.  

  1. Invista em divulgação

Você pode ter uma mega plataforma de dropshipping e produtos de excelência, mas de nada vai adiantar se ninguém conhecê-los. Por isso, invista em anúncios pagos, redes sociais, e-mail marketing e campanhas. Faça-se presente no mundo digital!

  1. Teste os produtos 

Antes de lançar o produto a venda, teste-os! Assim como conferir o atendimento e credibilidade do fornecedor, é importante que você tenha certeza de que o produto que vai vender tem, de fato, qualidade. 

Tal conhecimento também embasa a descrição no site, detalhes sobre cores, peso, dimensões, entre outras características pertinentes. 

  1. Acompanhe a concorrência 

Como já comentamos, um dos fatores de sucesso do dropshipping é oferecer produtos diferenciados. Logo, vale conferir se já tem gente comercializando o que deseja revender, bem como artigos similares.   

  1. Seja transparente  

Por fim, a transparência é um dos pontos primordiais para ter sucesso no dropshipping. Em primeiro lugar, nas formas de pagamento, que devem facilitar a compra e atrair clientes. Em seguida, na política de cancelamento. 

Forneça todas as informações possíveis sobre reembolsos, multas entre outros pontos, pois é muito frequente haver compras por impulso e, como resultado, desistências. 

Animou-se com o dropshipping?

O dropshipping é, certamente, uma das grandes apostas no segmento de e-commerce. Mas, há dicas que ajudam a impulsionar o negócio e torná-lo realmente rentável, além de garantir a segurança da sua loja. 

Tenha fornecedores confiáveis, produtos diferenciados e de qualidade, além de inserir facilidade de pagamento. Ademais, não se esqueça de ter uma plataforma robusta e de fácil navegação, bem como promover sua marca. Quem não é visto, não é lembrado e isso se aplica muito bem ao dropshipping!