continua após a publicidade

A economia digital cresce muito mais rápido do que a economia tradicional e uma forte demanda por profissionais de Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC) começa a afetar os mercados na América Latina. Especialistas veem, na região, uma lacuna significativa entre a necessidade de talentos e a falta de formação em competências digitais. Por isso, é fundamental que sejam colocadas em prática políticas de promoção à formação universitária e técnica no setor. 

Segundo a UNESCO, em todo o mundo, 267 milhões de jovens com idades entre 15 e 24 anos ainda não têm qualquer tipo de emprego, educação ou formação. De acordo com dados internacionais fornecidos pela consultoria IDC, a América Latina terá uma demanda de 2,5 milhões de profissionais de TIC até 2026. Até 2030, 26,9% será para funções de gestão e gerência. 

É importante também avançar com certificações em áreas como inteligência artificial IA), Cloud e Big Data. Os esforços devem ser coordenados entre vários campos, incluindo o setor educacional, privado, público e organizações internacionais. 

“A América Latina tem um potencial extraordinário para avançar em direção ao desenvolvimento sustentável através da indústria digital. No entanto, para aproveitar ao máximo essa oportunidade, é essencial promover estrategicamente o desenvolvimento de talentos digitais na região”, disse Claudia Uribe, diretora do Escritório Regional da UNESCO em Santiago, no ICT Talent Summit 2023, evento que a Huawei promove na Colômbia esta semana. 

O encontro reúne representantes de governos, agências de cooperação internacional, setor privado, instituições acadêmicas, sociedade civil e a mídia para discutir os esforços necessários que garantam educação inclusiva e empregos de qualidade para todos. 

Michael Xue, vice-presidente da Huawei para a América Latina e Caribe, disse: “Todos nós temos um papel a desempenhar na preparação do talento digital do futuro, unindo esforços em vários campos. Por esta razão, esperamos continuar a realizar eventos como o ICT Talent Summit e promover um melhor entendimento sobre as necessidades de formação de mão-de-obra para o desenvolvimento econômico e social da América Latina”.

O ICT Talent Summit 2023 tem organização da Huawei, em parceria com a UNESCO, a Agência Internacional de Cooperação da Colômbia (APC), a agência de fomento alemã GIZ e o grupo de comunicação EFE.

continua após a publicidade