continua após a publicidade

O fundo imobiliário BRCO11 divulgou seu relatório gerencial referente ao mês de fevereiro, no qual apresentou lucro caixa de R$8,41 milhões, um aumento de 0,42% em relação ao mês anterior, quando o lucro caixa foi de R$8,37 milhões.

No segundo mês deste ano, as receitas do BRCO11 totalizaram R$10,37 milhões, enquanto as despesas ficaram em R$1,95 milhão. O rendimento anunciado pelo FII para o período foi de R$9,16 milhões, o que representa um lucro caixa distribuído de 108,9%.

O BRCO11 distribuiu dividendos de R$0,62 por cota referente ao resultado de fevereiro. Os valores foram pagos em 14 de março aos investidores que estavam posicionados nas cotas do fundo imobiliário até o final do pregão do dia 28 de fevereiro.

Além disso, o BRCO11 informou que tem potencial para expandir a área bruta locável (ABL) de 11 propriedades com 446 mil m² em 6%. O portfólio do fundo conta com uma receita anual estabilizada de mais de R$128 milhões, sendo 25% decorrentes de propriedades localizadas na cidade de São Paulo e com 12% de vacância física nos empreendimentos.

Os contratos de locação do BRCO11 têm um prazo médio remanescente de 5,7 anos, sendo que 35% são atípicos. Cerca de 84% dos inquilinos são classificados como grau de investimento (escala global), AAA (br) ou AA (br) pelas agências de rating. As especificações técnicas de 10 das 11 propriedades são de classificação A+.

O BRCO11 é um fundo imobiliário que possui gestão ativa com foco exclusivamente no segmento logístico. No fechamento de fevereiro, o FII contava com 112 mil cotistas, o que representa um crescimento de 15 vezes desde o IPO.

Os fundos imobiliários têm se tornado uma opção cada vez mais atrativa para os investidores que buscam diversificar suas carteiras e obter renda recorrente por meio de investimentos em imóveis. Com a atual instabilidade do mercado financeiro, muitos investidores têm buscado refúgio em ativos imobiliários, como forma de se protegerem das variações do mercado. O BRCO11 se apresenta como uma opção interessante para aqueles que buscam investir no segmento logístico e diversificar suas carteiras.

continua após a publicidade