Notícias Conversion

Data-Driven: o que é e como implementar essa cultura

Data-Driven: o que é e como implementar essa cultura

Empresas que visam um futuro promissor, com desenvolvimento saudável e sólido, acompanham e seguem as principais tendências do mundo corporativo. Com o avanço tecnológico e maior o acesso à informação, o uso inteligente dos dados passou a ser um dos principais e mais valiosos bens para uma gestão de sucesso. 

Apesar da relevância, a pesquisa 100 Data and Analytics Predictions Through 2021, realizada pela Consultoria da Gartner, mostra que ainda há um longo caminho na jornada do uso correto dos dados. De acordo com o estudo, nos últimos anos, as empresas produziram mais de 90% dos dados armazenados, mas nem todas sabem como converter as informações em estratégia para direcionar decisões mais assertivas. 

Entre as mais recentes tendências corporativas, que chegou para transformar informação em riqueza para as empresas, está a cultura Data-Driven. Esse modelo de gestão visa implementar um novo jeito de pensar e explorar o uso dos dados, com aproveitamento inteligente e específico que pode ser direcionado para as mais variadas áreas, de uma companhia, como vendas, RH, suprimentos, financeiro, entre outras. 

O Data Driven propõe uma estruturação e análise dos dados de modo a fazer com que procedimentos, produtos, serviços e resultados sejam aperfeiçoados. Consequentemente, não apenas a empresa é beneficiada, também é possível transmitir mais autoridade e credibilidade para a fidelização dos clientes, afinal, a estratégia viabiliza uma maior assertividade na prevenção de possíveis erros ou ameaças.

E para que isso dê certo, existem diversas ferramentas disponíveis no mercado que são capazes de auxiliar na coleta, na estruturação e na análise de dados. Entre elas, estão o big data, business intelligence e analytics, além de outras plataformas de gestão e relacionamento com o cliente, também conhecidas como CRM. 

Atuar com foco na melhoria contínua, contando com o apoio dessas ferramentas, possibilita a integração de todas as áreas de uma empresa. Afinal, o data-driven estimula que os dados sejam sempre compartilhados e transparentes. Sendo assim, podem ser acessados com facilidade de qualquer lugar, até mesmo pela palma da mão dos colaboradores através da tela de um novo smartphone da Black Friday

Aderir a esse modelo de gestão não é complicado, basta sistematizar. Em primeiro lugar, é preciso implementar e reforçar continuamente a cultura data-driven na cultura da empresa, conscientizando a todos sobre a importância que isso tem para alcançar os objetivos. Em seguida, basta partir para a ação, coletando os dados de todos os procedimentos e deixando-os disponíveis a toda equipe. 

Com as informações transparentes, conte com o auxílio das ferramentas já citadas aqui para estruturar o que é mais relevante, isso permitirá uma análise completa dos resultados. Assim, será possível identificar insights e decisões exatas e estratégicas, além de encontrar pontos de melhoria, seja para o cliente interno ou externo.

Avatar

Sobre o autor Conversion | Website

Para falar conosco basta enviar um e-mail para redacaomeioambienterio@gmail.com ou através do nosso whatsapp 021 989 39 9273.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.