Funcionários mais velhos: por que vale a pena reter e contratar?

Organizações que querem durar, precisam estar alinhadas com as tendências de mercado global. 

Uma dessas tendências, sem dúvida, é a construção de um time diverso.

Não é mais possível pensar em longevidade corporativa sem considerar as lógicas de inclusão e diversidade. Logo, é importante se atentar para um dos elementos de inclusão muitas vezes negligenciado.

Para superar esse desafio, é necessário pensar em diversidade etária. Até porque, muitas são as vantagens. Sabedoria e experiência podem ser uma verdadeira vantagem. 

Aqui estão algumas razões convincentes que tornam a retenção e contratação de profissionais mais experientes uma escolha estratégica.

Quer entender os principais aspectos dessa tendência de mercado?

Acompanhe até o final e boa leitura!

 

Cidadania corporativa na prática

Imagine uma empresa que não apenas fala sobre diversidade, mas a pratica em todas as suas formas. 

Ao reter e contratar funcionários mais velhos, as empresas estão indo além dos discursos e mostrando, na prática, um compromisso real com a cidadania corporativa.

Estão contribuindo para uma sociedade mais justa, onde oportunidades são oferecidas independentemente da idade. 

Ao oferecerem a oportunidade notam as vantagens comparativas de ter um time diverso.


Experiência e conhecimento 

Vamos falar sobre a verdadeira joia que esses funcionários mais velhos trazem: experiência e conhecimento. 

Eles não são apenas veteranos, são verdadeiros mestres em suas áreas!

Pense nas vantagens de ter alguém no seu time que consiga apresentar os atalhos aos mais jovens para processos que já foram mais custosos. 

Estamos falando da capacidade de reduzir tempo de resposta para solucionar problemas com base em experiência prévia.

Imaginem ter essas mentes brilhantes, repletas de histórias e lições, ajudando na resolução de problemas e orientando os mais jovens. É uma verdadeira mina de ouro! 

Revisão de aposentadoria: uma nova perspectiva sobre o futuro

A aposentadoria já não é mais um destino final para muitos profissionais experientes. 

Oferecer opções flexíveis, como horários reduzidos ou a possibilidade de trabalho remoto, permite que esses talentos continuem contribuindo de maneira significativa.

Sem se sentirem pressionados por uma jornada de trabalho convencional. 

A revisão de aposentadoria não é mais apenas um termo; é uma nova perspectiva sobre o futuro profissional. 

Essas mudanças precisam ser acompanhadas, cautelosamente, para garantir a inclusão do profissional mais velho no mercado de trabalho.

Benefícios por incapacidade: cuidando do presente e do futuro

A saúde é riqueza, e é vital cuidar dos funcionários em todas as fases de suas carreiras: funcionários mais experientes podem ter necessidades específicas relacionadas à saúde. 

Oferecer benefícios por incapacidade mostra um compromisso genuíno com o bem-estar, criando um ambiente onde todos os profissionais.

Independentemente da idade, se sintam valorizados e cuidados.

 

Diversidade e inclusão em ação: mais do que palavras, ações concretas

Falar sobre diversidade e inclusão é fácil, mas colocar esses conceitos em ação é o verdadeiro diferencial. 

Ter uma equipe diversificada em todas as faixas etárias traz uma riqueza de perspectivas e ideias. 

Funcionários mais experientes oferecem uma visão única e uma abordagem que enriquece todo o ambiente de trabalho. 

É mais do que palavras; é ação concreta rumo a uma equipe mais inovadora. Lembre-se: inovação parte do contrapor de ideias, de pontos de vista distintos. 

Essa discussão precisa levar em conta o componente etário.

 

Estabilidade e continuidade: uma riqueza para a empresa

Ninguém gosta de uma equipe que parece uma roda-gigante, não é mesmo? A rotatividade de pessoal pode ser cara e desestabilizadora. 

Funcionários mais experientes muitas vezes representam uma fonte de estabilidade e continuidade; manter esses profissionais é um investimento na saúde organizacional.

É importante demonstrar que a organização se preocupa com a perenidade do funcionário como parte da empresa. Que indicador melhor pode ser dado do que o exemplo? 


Assessoria jurídica: segurança para a equipe e a empresa

Lidar com questões legais é sempre uma parte delicada. Quando se trata de funcionários mais experientes, é crucial ter assessoria jurídica especializada. 

Isso não apenas protege a empresa, mas também garante que políticas, benefícios e programas estejam alinhados com as leis trabalhistas.


Conclusão

Indo direto ao ponto, reter e contratar profissionais mais experientes contribui na construção de um futuro que queremos ver. 

Pense, todos nós envelheceremos um dia. Todos os dias estamos mais próximos desta fase em nossas carreiras.

Considerando a inevitabilidade do tempo, você prefere envelhecer em um ecossistema de negócios mais ou menos preocupado com profissionais mais velhos?

O tempo de agir é agora, e pensar em como gostaríamos de ser tratados no futuro para agir no presente de maneira correta.

Vamos construir equipes que transcendam estereótipos e que contribuam para um futuro profissional verdadeiramente enriquecedor!