O modelo remoto de trabalho se tornou comum durante a pandemia. 

Várias empresas tiveram que reavaliar seus processos e sua mentalidade para permitir que colaboradores trabalhassem de suas casas. 

Para muitos foi um baque, para outras foi a continuação do que já pregavam.

No mundo depois da pandemia, as discussões apontam para a necessidade de trabalho remoto ainda. 

Contudo, emerge uma nova possibilidade que pode agradar os mais conservadores: o trabalho híbrido.

A ideia é basicamente ser o melhor dos dois mundos, com vantagens expressivas para os colaboradores e para a empresa. 

Entenda melhor neste artigo.

Por que o trabalho híbrido é o preferido para o pós-pandemia

Depois da explosão do trabalho remoto, as empresas já entenderam como conseguir produtividade de seus funcionários.

Isso quando eles estão em suas casas ou em locais de trabalho compartilhados. 

Contudo, algumas atividades ainda demandam a necessidade de agrupamento presencial.

Nesse caso, é preciso alcançar o equilíbrio para gerar melhores resultados. 

Por isso, surge no debate a ideia de trabalhar com um regime híbrido. 

Principais vantagens do trabalho híbrido para o colaborador

Uma das vantagens é a produtividade. 

O trabalhador consegue entregar mais e com uma melhor qualidade quando pode trabalhar remoto. 

Ao conciliar isso com o trabalho presencial, ele também não perde o contato com os colegas.

Essa capacidade de ser mais eficiente faz o trabalhador se sentir mais útil e satisfeito com o que faz. 

Ele pode inclusive alcançar suas próprias metas com facilidade.

A comodidade é outro ponto que merece atenção. 

Trabalhar alguns dias no regime remoto é bom porque o profissional pode descansar mais, não precisa se deslocar e consegue organizar sua rotina para momentos de respiro durante o dia.

Ou seja, ele ganha mais tempo. 

O tempo que gasta no transporte pode ser voltado para um descanso maior e para outras atividades pessoais, até mesmo fora do momento de expediente.

A autonomia no controle da rotina é outra vantagem. 

É possível organizar os horários, às vezes conseguir sair de casa para resolver questões pessoais e manter suas entregas em dia.

Principais vantagens do trabalho híbrido para a empresa

Para uma empresa, o trabalho híbrido requer a capacidade de promover a ambidestria organizacional: olhar para a frente e também preservar a eficiência.

A empresa pode reduzir custos de energia e de gastos com o local físico, já que as pessoas frequentam o espaço de trabalho com menos frequência. 

Há um desgaste menor nos equipamentos da empresa também.

Ademais, é possível reduzir a rotatividade de funcionários, com membros mais satisfeitos e dispostos a continuar dando o melhor. 

O regime remoto misturado com o presencial oferece autonomia e networking, por isso, as pessoas tendem a gostar.

Como funciona o trabalho híbrido

Em suma, o trabalho híbrido consiste na combinação de uma jornada remota e uma jornada presencial. 

Alguns dias o colaborador efetivamente vai ao escritório; e em outros pode executar suas funções direto de casa.

Assim, é necessário organizar exatamente as jornadas para adaptar os dias em que os membros de uma mesma equipe vão trabalhar remoto e presencial.

Com esse controle, o modelo tem tudo para dar certo!

Como a empresa pode implementar o trabalho híbrido

Primeiro, é preciso conscientizar as pessoas e treiná-las acerca de como exercer o trabalho remoto. 

Com certeza, isso já foi feito na maioria das empresas por conta da pandemia.

É preciso treinar os colaboradores com relação à necessidade de segurança no home office e com relação ao foco na entrega, mesmo com rotinas flexíveis.

Forneça também a estrutura necessária e faça campanhas de incentivo para colaboradores para que eles produzam e entreguem seus resultados. 

Em alguns casos, é necessário ofertar máquinas e contas especiais para que as pessoas tenham acesso ao que precisam.

Então, cuide bem do monitoramento do trabalho e das entregas. 

Isso varia bastante a depender da cultura da empresa e do nível de controle da gestão.

Como gerenciar a equipe no trabalho híbrido

Uma boa estratégia é a criação de momentos de reunião. 

Elas ajudam a aproximar as pessoas e a gerar situações de diálogo e interação. 

Assim, elas não se sentem isoladas nos momentos remotos.

Outra dica é adotar ferramentas de compartilhamento de dados e arquivos para ajudar nos processos. 

Eles permitem que as pessoas acessem as mesmas informações e consigam desempenhar tarefas de forma integrada.

Também vale a pena explicar sobre a autonomia das pessoas. 

É sempre bom deixar claro que se trata de uma vantagem do modelo híbrido e que elas podem aproveitar. 

A empresa pode oferecer dicas de bem-estar também, para melhorar a saúde e a produtividade.