Segundo pesquisa realizada pela OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil registrou um aumento de 40% nos casos de depressão entre a pré-pandemia e o primeiro trimestre de 2022. 

Esse número preocupa, pois a depressão é uma doença que afeta milhões de brasileiros e causa grande sofrimento.

Nesta matéria, vamos explicar os motivos pelos quais a depressão está aumentando no Brasil e qual é a maior causa dessa doença. 

Também falaremos sobre as políticas públicas que estão sendo criadas para auxiliar no tratamento da depressão. 

Veja mais: Pesquisa revela que mais de 60% dos recrutadores brasileiros sofrem de distúrbios de estresse ou ansiedade.

Confira!

Depressão no Brasil cresce 40% em períodos pós-pandemia

A depressão é uma doença mental que afeta profundamente a qualidade de vida das pessoas. 

Seus sintomas podem ser físicos, emocionais e comportamentais, e podem interferir nas atividades diárias, nas relações interpessoais e no trabalho.

A depressão é um problema de saúde pública em todo o mundo e o Brasil não é exceção. 

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil teve alta de 40% nos casos de depressão entre a pré-pandemia e o primeiro trimestre de 2022.

Esse aumento significativo de depressão é um grande problema para o país, que já enfrenta uma crise econômica e social sem precedentes. 

A depressão pode ter consequências graves, como suicídio, e é preciso tomar medidas para enfrentar esse problema de saúde pública.

Por que a depressão está aumentando no Brasil?

Existem diversas causas que podem estar colaborando com o aumento do número de casos de pessoas com depressão no Brasil.

A pandemia do COVID-19 é uma das principais responsáveis, pois trouxe consigo diversos fatores estressantes.

Como a perda de emprego, o isolamento social, a perda de entes-queridos e a preocupação com a saúde.

Outras causas também estão relacionadas, como o aumento da violência, a instabilidade econômica e os problemas de saúde mental que já existiam antes da pandemia.

Relação da pandemia de COVID-19 com a depressão

A pandemia afetou profundamente a vida das pessoas, causando perda de emprego, isolamento social, ansiedade e depressão. 

Muitas pessoas tiveram que enfrentar a doença ou a morte de entes queridos, o que também pode causar depressão.

Além disso, a preocupação com a saúde e o medo do contágio também estão relacionados ao aumento dos casos de depressão. 

Não é à toa que as terapias online tiveram um boom durante a pandemia, pois as pessoas buscaram formas de lidar com os novos problemas que surgiram.

Qual a maior causa de depressão no Brasil?

Não existe apenas um fator determinante para o surgimento da depressão, pois ela pode ser causada por fatores biológicos, psicológicos e sociais.

Divórcios, bullyng, doenças crônicas, perda de emprego, traumas, abusos na infância e violência são fatores que estão relacionados à depressão. 

Além disso, o Brasil é um país com grande desigualdade social, o que também pode causar o aumento de depressão entre a população.

Quem mais sofre de depressão no Brasil?

Segundo a OMS, as mulheres são mais afetadas pela depressão do que os homens. 

Em todo o mundo, cerca de 12% das mulheres sofrem de depressão, enquanto apenas seis por cento dos homens têm a doença.

O motivo para isso ainda não é totalmente compreendido, mas acredita-se que as mulheres têm mais responsabilidades em casa e no trabalho.

O que pode causar estresse e depressão.

Além das mulheres, outros grupos de pessoas também estão mais propensos à depressão, como jovens adultos, idosos e pessoas que vivem em situações de vulnerabilidade social.

Políticas Públicas no auxílio a depressão no Brasil

O governo brasileiro tem investido em políticas públicas para auxiliar no tratamento da depressão. 

Programas como o tele-saúde e o aumento do número de leitos psiquiátricos no país são exemplos de ações que estão sendo tomadas.

Além disso, o Ministério da Saúde também disponibiliza o Centro de Valorização da Vida (CVV).

Que é um serviço gratuito de prevenção do suicídio. O CVV atende pelo número 188 e pode ajudar as pessoas que estão passando por momentos difíceis.

O governo também tem investido em campanhas de conscientização sobre depressão e saúde mental, para que as pessoas fiquem mais atentas aos sintomas da doença e busquem tratamento.

A depressão é um problema sério de saúde pública e o Brasil tem tomado medidas para enfrentar esse problema. 

No entanto, ainda há muito a ser feito, pois o número de casos continua aumentando.

Você também pode ajudar alguém com depressão

Se a pessoa apresenta sintomas como perda de interesse nas atividades que gostava, isolamento social, alterações no sono e mudanças de apetite, é importante conversar com ela para ver se está tudo bem.

Além disso, você pode incentivar a pessoa a procurar tratamento, seja na rede pública ou privada de saúde.

Conclusão

A depressão é um problema sério de saúde pública e com a pandemia, o número de casos só tem aumentado.

O governo brasileiro tem investido em políticas públicas para auxiliar no tratamento da depressão, mas ainda há muito a ser feito. 

Você também pode ajudar alguém com depressão, basta conversar e incentivar a procura de tratamento.

Juntos, podemos vencer esse problema.