Meio Ambiente

Jardim Botânico – Rio de Janeiro

Fundado por D.João VI em 1808, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro festeja seus 200 anos totalmente revitalizado. Sede de programas de Pós-Graduação e Pesquisa Científica em Botânica e Gestão Ambiental, agora está aberto à Cultura lançando seu Primeiro Festival de Cinema Ambiental.

O Cine Gaia, (Gaia, a mãe terra), acontecerá num espaço criado dentro da Instituição. Desenvolvido para atividades culturais e batizado de “Espaço Tom Jobim”, possui uma sala de projeção moderna com ótimo tratamento acústico e design arquitetônico contemporâneo com utilização de madeira de reflorestamento. Também foi inaugurado pelo atual presidente, Liszt Vieira, o Museu do Meio Ambiente. Listz é um apaixonado pelo tema e abraçou a causa, assim como a direção do Jardim, com o entusiasmo de um militante. Eleanor Mitch, diretora do Cine Gaia, honrou o bicentenário exibindo filmes que falam da relação do homem com a natureza por meio de trabalhos educacionais, poéticos, documentais e ficcionais, com entrada franca. Deficientes visuais terão direito à sessões áudio descritivas.

O Jardim Botânico é o cartão de visitas da cidade. Conhecido internacionalmente por sua beleza, riqueza e diversidade, encanta os visitantes pela importância histórica, cultural, científica e paisagística. Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, sua área foi definida pela UNESCO como área deReserva da Biosfera.

Andar pelas alamedas é deixar para trás o calor e o caos da cidade. Debaixo da sombra das árvores centenárias, busca-se inspiração e energia. Foi lá que o maestro Tom Jobim compôs belas canções, regendo a sinfonia dos pássaros.
O novo corredor cultural da cidade abriu as portas para a população com uma programação totalmente voltada para a Educação Ambiental e Conscientização Ecológica. Está inaugurado um novo tempo!

onde fica

Rua Jardim Botânico, 1008
Jardim Botânico, Rio de Janeiro
Brasil

por que ir

Passear no jardim mais antigo e famoso da cidade do Rio de Janeiro, fundado por D João VI em 1808.
Caminhar na sombra do arvoreto.
Conhecer as diversas espécies de plantas trazidas de todos os lugares do mundo.
Visitar o Museu do Meio Ambiente.
Participar de eventos culturais no Espaço Tom Jobim.
Fazer pesquisa científica na área de Botânica no Instituto de Pesquisas.

quando ir

Todos os dias, fins de semana e feriados. Aberto à visitação das 8h às 17hs.

quem vai

Estudantes, cientistas, ambientalistas, cineastas, turistas, crianças, músicos…

Saiba mais em Jardim Botânico
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker