Scroll Top

China e Índia representaram mais da metade das mortes de poluição do mundo em 2015

China e Índia representaram mais de metade do número total de mortes globais atribuíveis à poluição atmosférica em 2015, segundo um estudo publicado na terça-feira.

 

Pesquisas do Health Effects Institute (HEI), com sede nos EUA, mostraram que a poluição atmosféricacausou mais de 4,2 milhões de mortes precoces em todo o mundo em 2015, tornando-a a quinta maior causa de morte, com cerca de 2,2 milhões de mortessomente na China e na Índia .

 

O instituto, que também lançou uma base de dados on-line mostrando o impacto global da poluição nasaúde (www.stateofglobalair.org), disse que 92% da população mundial vive em áreas com ar insalubre.

 

A poluição do ar tem sido associada a maiores taxas de câncer, acidente vascular cerebral e doenças cardíacas, bem como condições respiratórias crônicas, como a asma.

 

A China e a Índia, as duas nações mais populosas do mundo, representaram 1,1 milhão de mortes, segundo as conclusões, mas a China está avançando na hora de tomar medidas, afirmou o presidente da IES Dan Greenbaum à Reuters.

 

“(Índia) tem um longo caminho a percorrer, e eles ainda parecem ter alguns ministros que dizem que não há uma forte ligação entre a poluição do ar ea mortalidade, apesar de um monte de evidências”, disse ele.

 

As autoridades chinesas também mostraram-se relutantes em estabelecer ligações diretas entre apoluição atmosférica e a mortalidade, com o Ministério da Saúde do país afirmando que não havia “dados” que ligassem a poluição atmosférica a uma maior incidência de câncer.

 

“É ainda muito cedo para tirar conclusões sobre a extensão do impacto da poluição atmosférica sobre a saúde, especialmente o seu impacto a longo prazo sobre o corpo”, disse um porta-voz do ministério à imprensa doméstica durante uma conferência de imprensa em janeiro.

 

Em um plano nacional de saúde de longo prazo publicado em outubro passado, o governo reconheceu a ligação entre saúde e poluição, e se comprometeu a avaliar os impactos precisos, bem como aumentar as capacidades de monitoramento ambiental.

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.