Meio Ambiente

Agerato – Ageratum houstonianum (Encantador)

Agerato tem lugar na formação de densos maciços ou bordaduras demarcando caminhos e canteiros

O agerato é uma planta herbácea, ereta, ramificada, de florescimento vistoso, ideal para a formação de maciços e bordaduras, em diferentes tipos de clima. Seu porte é pequeno, geralmente entre 20 e 30 centímetros de altura. A folhagem é densa, com folhas ovaladas a cordiformes, opostas e de cor verde-brilhante. As inflorescências surgem na primavera e permanecem até o final do outono. Elas são do tipo capítulo, compostas por numerosas flores felpudas, em diferentes tons de azul e lilás, mas que também podem ser róseas ou brancas, de acordo com a variedade.

No paisagismo, o agerato tem lugar na formação de densos maciços ou bordaduras demarcando caminhos e canteiros. Seus tons violáceos harmonizam de forma delicada com a cor rosa e são complementares ao amarelo. Também pode ser plantada em vasos e jardineiras, ornamentando varandas e pátios ensolarados. Exige pouca manutenção e apresenta propriedades medicinais, mas seu uso deve ser moderado e conduzido por médico, pois trata-se de uma planta tóxica ao fígado se consumida em excesso.

Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Não tolera geadas ou encharcamento. Em climas quentes, deve ser conduzido sob meia-sombra, ou ao menos protegido do sol forte do meio-dia. Nos climas mais frios ou amenos, o cultivo deve ser sob sol pleno, para um intenso florescimento. A remoção das flores murchas, assim como a fertilização mensal, estimulam florações sucessivas no agerato. Multiplica-se por sementes postas a germinar no inverno, em ambiente protegido do frio intenso ou geadas.

Agerato
Agerato

Trata-se de uma planta comummente utilizada para decoração de jardins, pois tem um aspecto único, não partilhado por muitas flores. Apesar do seu pequeno tamanho, a disposição das pétalas finas dá uma imagem peculiar e muito interessante à flor agerato.

As cores das flores variam bastante entre o roxo e o azul, mas também existem em branco ou rosa, tudo isso depende da espécie de agerato. São muito utilizados para demarcar ou criar foco ou algo, como um caminho de ladrilho ou uma janela.

Nas janelas, o ideal é ter lá um ou mais vasos apenas com esta flor, para se criar o dito foco. Não necessita de grandes atenções para ser cuidada em pleno, mas é preciso ter algum cuidado. Não se deve usá-la para consumo (chás) já que apesar de ser uma planta também medicinal, estas apenas podem ser comparticipadas por um médico.

O consumo excessivo desta planta pode levar a problemas de fígado devido às suas toxinas. Apesar de tudo, a temperatura é o mais desafio para esta planta. É preciso ter cuidado com o sol directo e com as frias geadas do Inverno. De resto, é uma plantam muito fácil de cuidar.

Medicinal:

  • Indicações: analgésica, antiespasmódica, antiinflamatória, carminativa, anti-reumática, cicatrizante, diurética, emenagoga, vasodilatadora, estimulante, febrífuga
  • Propriedades: cólicas uterinas, tensão pré-menstrual, menopausa, reumatismo, artrose, dores articulares, febre, além de afecções pulmonares, afecções intestinais, afecções urinárias
  • Partes Utilizadas: folhas, flores

Alerta:

Planta tóxica, utilize sob orientação médica.

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker