Meio Ambiente

5º Encontro Estadual do Cooperjovem discute criatividade e inovação na educação

O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Santa Catarina (Sescoop/SC) promoveu, na última semana, a 5ª edição do Encontro Estadual do Programa Cooperjovem. O evento contou com a presença de 220 professores de 90 escolas participantes do programa e coordenadores de 29 cooperativas parceiras. Atualmente, o Cooperjovem está presente em 59 municípios catarinenses.

“Hoje temos quase 2 milhões de associados no Estado e sabemos que o futuro do cooperativismo está nas mãos desses 24 mil alunos que estão sendo guiados por vocês. Nós temos certeza de que grande parte dos futuros dirigentes das nossas cooperativas sairão deste grupo de jovens que acredita no modelo cooperativista”, comentou Neivo Luiz Panho, superintendente interino do Sescoop/SC, durante abertura da Encontro.

Com o tema “Criatividade e Inovação na Educação”, o evento teve o intuito de discutir os rumos do programa Cooperjovem dentro das escolas catarinenses, tendo em vista que educar as novas gerações é um desafio constante. Professores e coordenadores puderam conhecer as visões do professor Max Haetinger, por meio de palestra interativa, e de Marcos Meier, com a palestra “Autoestima e Valores: como ter uma autoestima saudável e ajudar crianças a desenvolvê-la”. Ainda participaram de oficina temática “Estratégias Colaborativas e Criativas” e, no segundo dia do evento, passaram por uma sensibilização e lançamento do Projeto “Jogos Coolímpicos”.

“O número de escolas participantes do programa cresce com o passar dos anos, assim como os recursos do Sescoop destinados a elas. Estamos orgulhosos dos resultados alcançados e sabemos que para evoluir temos que dar subsídios para que os professores e as cooperativas desenvolvam e fortaleçam cada vez mais este trabalho. Essa é a ideia do Encontro anual do programa”, comenta a coordenadora da Promoção Social do Sescoop/SC, Patricia de Souza.

PALESTRA INTERATIVA

A atração principal da quinta edição do Encontro foi a palestra do professor Max Haetinger que, por meio da interação com os participantes, discutiu pontos chaves para inovação e criatividades em sala de aula. “Fazemos a palestra na maneira como deve acontecer na sala: com projetos, jogos, muitas dinâmicas, utilizando as mídias. É assim que deve ser a comunicação com essas crianças que chamamos de nativos digitais. Nós temos que entender que o ritmo é outro, que a forma de comunicação é outra. Temos que inovar na nossa prática”, explica.

Para ele, a cooperação já é intrínseca à vida dessa nova geração. “A cooperação talvez seja uma das atitudes sociais mais importantes deste século. Essa geração, diferente da que nasceu nos anos 50, 60, 70, nasce mais cooperativa, porque ela nasce em um mundo de redes”, complementa.

Vagner Liberato

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.