Meio Ambiente

Paes reconhece que Rio terá desafios durante Olimpíada, mas aponta transformação da cidade

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, reconheceu nesta quarta-feira que a cidade enfrentará desafios durante a realização dos Jogos Olímpicos, mas garantiu que é um local muito melhor hoje se comparado à época do lançamento da candidatura olímpica, principalmente pelo legado de mobilidade urbana.

“A Olimpíada permitiu projetos que há muito tempo estavam engavetados. Agora começamos a realizar a festa, a celebração e os desafios olímpicos, mas não tenho dúvida dos desafios que vamos ter”, disse o prefeito a jornalistas durante cerimônia para abertura de um centro de mídia para os Jogos Olímpicos.

Segundo o prefeito, os turistas que já estão chegando à cidade para os Jogos, que acontecem de 5 a 21 de agosto, “não encontram uma cidade perfeita, mas uma cidade que comparada com a cidade que tínhamos em 2009 é uma cidade melhor”.

Para receber os primeiros Jogos Olímpicos da América do Sul o Rio passou por uma grande transformação no sistema de transporte público, com a construção de uma nova linha de metrô, a criação de corredores exclusivos de ônibus e a inauguração de uma linha de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na região do centro da cidade, entre outros projetos.

O orçamento total dos Jogos se aproxima dos 40 bilhões de reais, sendo a maior parte em projetos de infraestrutura.

Paes também apontou como positivo o legado que será deixado pelo Parque Olímpico construído para os Jogos, que terá arenas depois transformadas em escolas e outras arenas aproveitadas para o desenvolvimento de atletas do país.

O compromisso de garantir um bom aproveitamento das instalações após a Olimpíada também foi reiterado pelo ministro do Esporte, Leonardo Picciani. Há uma licitação marcada para 4 de agosto, um dia antes da cerimônia de abertura dos Jogos, para definir a administração do local depois do evento.

“Não há nenhum risco de não haver plano de legado, desse prazo ser dilatado, não há nenhum risco de que haja qualquer desentendimento entre os entes envolvidos”, disse Picciani no mesmo evento.

Faltando nove dias para a cerimônia de abertura dos Jogos Rio 2016, ainda é possível encontrar muitos canteiros de obras espalhados pela cidade, principalmente na área da Barra da Tijuca, que irá receber a maior parte das competições.

Algumas delegações que chegaram ao Rio esta semana para se hospedar na Vila dos Atletas decidiram deixar as instalações e seguir para hotéis reclamando de problemas nos apartamentos como banheiros entupidos, vazamentos e sujeira. Segundo Paes, os problemas serão resolvidos em poucos dias.

“Desde o primeiro momento reconhecemos essas falhas…e em cinco, seis dias está se resolvendo tudo”, afirmou o prefeito.

Reuters

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close