Meio AmbienteSaúde e Bem estarÚltimas notícias

Anticorpo capaz de lutar contra 99% das cepas de HIV é criado por pesquisadores

Os pesquisadores fizeram o que a International Aids Society chamou de "um avanço emocionante" na luta contra o HIV / AIDS .

Pesquisadores e estudante da International Aids Society divulgaram sobre o que chamaram de “avanço emocionante” no combate ao vírus HIV. “HIV é uma sigla para vírus da imunodeficiência humana. É o vírus que pode levar à síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS). Ao contrário de outros vírus, o corpo humano não consegue se livrar do HIV. Isso significa que uma vez que você contrai o HIV, você viverá com o vírus para sempre. As pessoas que vivem com HIV ou com AIDS devem poder usufruir todos os seus direitos, incluindo o direito à educação, trabalho, acesso à saúde e direitos sexuais e reprodutivos”. (Fonte http://unaids.org.br)

Duas empresas especializadas e do ramo de farmacêuticas juntamente com os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH) juntos criaram um anticorpo que pode enfrentar 99% das cepas de HIV. Segundo as pesquisas realizadas, o anticorpo impediu a infecção em primatas e isto deixou os pesquisadores em estado de êxtase devido as chances reis para a tão sonhada cura das AIDS.

Os pesquisadores afirmaram que o novo anticorpo pode interagir com três partes fundamentais do vírus do HIV. E apresentam mais tensões em comparação com os anticorpos que acorrem naturalmente, observando que o melhor dos anticorpos ataca 90% das cepas.

Foram realizado esperimentos em aproximadamente 24 macacos ao longo da pesquisa. O experimento funcionou da seguinte forma: Para cerca de um grupo formado por oito macacos foram dado um determinado tipo de anticorpo, para um outro grupo também um anticopor diferente e para o último grupo também deram o novo anticorpo. Após passar cinco dias, os macacos foram expostos às cepas de SHIV, uma forma de vírus do macaco. E o que chamou a atenção dos pesquisadores é que dos que receberam o novo anticorpo nenhum desenvolveu a infecção.

O anticorpo é chamado de anticorpo tri-específico porque é uma combinação de três anticorpos amplamente neutralizantes. O NIH descreveu isso como um anticorpo três em um. Os anticorpos que neutralizam amplamente abordam “algo fundamental para o HIV”. O diretor científico da Sanofi, Gary Nabel, disse que os anticorpos tri-específicos “podem bloquear múltiplos alvos com um único agente”. Segundo Nabel,”Eles são mais potentes e têm maior amplitude do que qualquer anticorpo natural que tenha sido descoberto”.

A presidente da Sociedade Internacional de Aids, Linda-Gail Bekker, disse que: “Esses anticorpos super engenharia parecem ir além do natural e poderiam ter mais aplicações do que imaginamos até à data. Ainda há alguns dias e, como cientista, espero ver os primeiros ensaios terem acabado em 2018. Como médico em África, sinto a urgência de confirmar estas descobertas em humanos o mais rápido possível”.

A revista Science publicou o estudo na semana passada. Cientistas da Harvard Medical School, Massachusetts Institute of Technology e The Scripps Research Institute também colaboraram na pesquisa. As provas humanas estão programadas para começar no próximo ano.

Através da BBC e dos Institutos Nacionais de Saúde

Tags
Ler matéria completa

Guiga Liberato

Meu nome é Guiga Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: [email protected]

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close