Destaques

Legislação fica mais rigorosa para quem dirige embriagado

A lei compromete uma maior fiscalização sob pena de prisão para os delitos cometidos

A partir desta quinta-feira (19), entrará em vigor a lei que determina uma rigorosa punição aos condutores de veículos que provocarem algum tipo de acidente sob efeito de drogas ou por conta do alcoolismo.

A lei foi regulamentada em dezembro do ano passado pelo presidente Michel Temer (MDB) e possibilita uma maior fiscalização para que os motoristas tenham mais atenção no trânsito. A pena imposta aos que forem flagrados dirigindo sob efeito do álcool passou dos atuais 2 a 5 anos para 5 a 8 anos. Em casos mais graves, como lesão corporal, a pena aumentou de 2 a 5 anos, já que anteriormente a mesma infração era de seis meses a 2 anos.

Mudança tem que partir do motorista

Para a doutora em psicologia do trânsito, Ingrid Neto, a mudança de postura tem que partir do condutor. “As leis podem ficar rígidas, mas se a pessoa não tiver um mínimo de percepção dos problemas acercam todos os motoristas não adiantará nenhuma lei”.

A professora ainda explica que as campanhas de mobilização contra acidentes e que diminua sensivelmente no número de casos realizados em todos os grandes feriados nacionais, pode dar certo, porém, esse mesmo efetivo não deve ‘diminuir a guarda’.

A lei também será aplicada às pessoas que participam dos chamados rachas ou pegas, tão comuns nas grandes metrópoles. Após começar a valer, se espera dos condutores uma maior conscientização para que diminua o número de acidentes fatais. O governo está fazendo divulgação da nova lei e algumas entidades realizam trabalhos de conscientização para um trânsito mais seguro com o objetivo de salvar vidas.

O trânsito no Brasil mata mais que algumas guerras e com a lei mais rigorosa, o cenário poderá mudar a médio ou longo prazo. Em outros países, como a Espanha, por exemplo, o número de acidentes de trânsito diminuiu consideravelmente após a aplicação de uma lei mais rigrosa.

 

 

Tags
Ler matéria completa

Artigos relacionados

1 thought on “Legislação fica mais rigorosa para quem dirige embriagado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close