Meio AmbienteSustentabilidadeVagner Liberato

França pretende proibir toda a produção de combustíveis fósseis

Se a lei passar, a França seria o primeiro país do mundo a proibir toda a produção de combustíveis fósseis.

Avaliar postagem!

Para atingir seu objetivo neutro em carbono até 2050, o governo francês planeja eliminar a produção de petróleo e gás no país e seus territórios ultramarinos até 2040. O presidente Emmanuel Macron está apresentando legislação ao gabinete francês com a esperança de passar a medida pelo final de 2017. Se a lei passar, a França seria o primeiro país do mundo a proibir toda a produção de combustíveis fósseis.

Como resultado da aprovação do projeto de lei, o governo já não emitiria licenças de exploração de gás e petróleo, e todas as licenças presentes seriam eliminadas gradualmente nos próximos vinte e dois anos. Mesmo que fracking seja ilegal no país, o projeto irá dar um passo adiante e proibir todos os métodos – atuais e propostos. “A lei deterá a exploração de hidrocarbonetos em nosso território; as concessões existentes não podem ser renovadas além de 2040 “, afirma o projeto de lei.

A França, o mesmo país que proibiu os supermercados de desperdiçar alimentos, está em uma situação ideal para aprovar a proibição. A dependência da França em combustíveis fósseis é muito baixa. O país produz apenas cerca de seis milhões de barris de hidrocarbonetos por ano, classificando-se 71º no mundo. Em contraste, os Estados Unidos, a Rússia, o Canadá e um punhado de Nações do Oriente Médio dependem fortemente de extrações de combustíveis fósseis. A Rússia, por exemplo, produz 10,5 milhões de barris por dia.

Como o consumo atual de petróleo e gás da França representa apenas um por cento do seu consumo total, o país continuará a importar e refinar o petróleo após 2040. A principal empresa de petróleo da França, Total, recebeu permissão para localizar depósitos de petróleo em territórios ultramarinos. Não está claro como a nova legislação afetará a empresa.

Outras medidas adotadas pela França incluem planos para deixar de gerar eletricidade a partir de carvão até 2022 e reduzir sua participação de energia nuclear em sua geração de energia em aproximadamente 25%. O movimento é em grande parte simbólico, uma vez que a França só recebe 1% do seu combustível no país, mas é uma clara indicação de que o país está levando a sério seus objetivos de carbono.

Via New York Times

Imagens via Pixabay

 

Tags
Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro.
Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável.
Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer!

Para falar comigo, entre em contato pelo email:
contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

1 thought on “França pretende proibir toda a produção de combustíveis fósseis”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close