Meio Ambiente

Embrapa amplia possibilidades de produção de bebidas de cereais com pró-bióticos

A Embrapa Agroindústria de Alimentos acaba de assinar um termo de cooperação técnica com a consultoria Gestão Láctea, de Viçosa, MG. A parceria vai ampliar as possibilidades de transformar um resultado da pesquisa em um novo produto para o mercado, a partir de um processo tecnológico desenvolvido na Embrapa Agroindústria de Alimentos, pela equipe do pesquisador Eduardo Walter. Originalmente, o processo foi desenvolvido para a fabricação de bebidas de soja fermentadas com pró-bióticos, resultando em testes piloto que indicaram a adequação da tecnologia para bebidas de aveia, milho, quinoa, centeio, cevada e trigo.

“É um produto inovador, com alto valor agregado, de fácil adoção, que vem atender a uma demanda de mercado, uma oportunidade de negócio para os laticínios”, afirma Sinval Silva, sócio-diretor da Gestão Láctea. O empresário, que atua no setor lácteo há quase quinze anos, aponta que essa tecnologia alinha-se a uma nova tendência no mercado: “Hoje, os consumidores buscam produtos mais saudáveis, no sentido de trazer benefícios para a saúde”, que projeta um crescimento ainda maior para esse mercado de alimentos com pró-bióticos mais no Brasil.

O desenvolvimento das bebidas pró-bióticas foi realizado nas plantas-piloto de processamento da Embrapa Agroindústria de Alimentos, utilizando como matéria-prima extratos de soja, aveia, milho, quinoa, centeio e cevada; ao invez do processo tradicional que parte do grão. Ao produto podem ser adicionados preparados de frutas como banana, maça e mamão. “A principal contribuição da pesquisa foi enfatizar a viabilidade de produção de diferentes bebidas com pró-bióticos na atual estrutura dos variados laticínios distribuídos pelo país. Essa é uma opção para aumentar a utilização produtiva dos laticínios e, empregar a logística existente, diversificar as bebidas ofertadas ao consumidor”, relata o pesquisador Eduardo Walter.

A empresa Gestão Láctea vai atuar em conjunto com a equipe de transferência de tecnologia da Embrapa, identificando empresas potenciais com interesse na fabricação das bebidas e levantar os custos de produção nos laticínios.

Para saber mais, clique aqui para acessar a matéria completa.

Aline Bastos (MTB 31.779/RJ)
Embrapa Agroindústria de Alimentos

Telefone: 21-3622-9739

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.