Meio Ambiente

Brasil Solair abre filial no estado do Rio de Janeiro para locação de painéis solares

Empresa projeta ter 2,5 MW de capacidade instalada na região até julho

Da Agência CanalEnergia, Negócios e Empresas
A Brasil Solair, empresa do setor de energia elétrica que atua no mercado privado de mini e microgeração, acaba de abrir uma filial no município de São Gonçalo (RJ) visando ampliar a sua atuação para todo o Leste Fluminense, que inclui as cidades da Região dos Lagos. Para isso investiu cerca R$ 8 milhões em equipamentos a serem locados e projeta ter 2,5 MW de capacidade instalada na região até o fim de setembro. Isso corresponde ao consumo de 1.500 casas de 3 cômodos.

Somente este ano, a companhia ampliou sua atividade de locação de painéis solares em oito estados: Piauí, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Tocantins e Minas Gerais, onde a carteira pretendida é de cerca de 65 MW locados. A Brasil Solair aluga painéis fotovoltaicos e acessórios elétricos para autoprodução de energia no Brasil. A locação reduz o dispêndio total dos consumidores com gastos com energia elétrica. Sendo assim, a companhia traz uma solução de financiamento, considerado um dos principais entraves para a popularização da microgeração solar no país: a companhia passa a ser responsável pela compra do equipamento e disponibilização para a produção.

Os clientes-foco são consumidores de baixa tensão, em um primeiro momento comerciais, de regiões e estados do país onde a tarifa de energia e a insolação compensem a locação dos sistemas de geração. A Brasil Solair exerce suas atividades nos mercados de geração com base na regulamentação 482 da Aneel, que incentiva empreendimentos deste segmento. Também fornece equipamentos, desenvolve e implementa projetos personalizados para atender às necessidades de seus clientes.

“Com a crise energética que o Brasil hoje enfrenta, acreditamos que cada vez mais a energia solar irá se consolidar como uma opção de fonte renovável na matriz energética, já que o Brasil tem um potencial solar muito grande”, afirmou Nelson José Côrtes da Silveira. Um estudo em andamento da Empresa de Pesquisa Energética tenta dimensionar esse potencial. A pesquisa identificou que painéis fotovoltaicos instalados nos telhados de casas poderiam gerar metade de toda a eletricidade consumida no Brasil. Seriam cerca de 287 mil GWh ano, duas vezes mais que a energia consumida nas residências por todo o país.

Sobre o autor | Website

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Meio Ambiente Rio com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.