Meio Ambiente

Mineradora responsável por vazamento na APA de Guapimirim é interditada no Rio

A Secretaria de Meio Ambiente do Município de Magé determinou a interdição do local onde ocorreu vazamento da Mineradora Jacundá, no Rio Roncador, na Área de Proteção Ambiental de Guapimirim, na região metropolitana do Rio de Janeiro. De acordo com a secretaria, as providências foram tomadas assim que constatada a irregularidade, na sexta-feira (31), quando foi verificada a “presença de coloração marrom leitosa”.

Segundo o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), o Rio Roncador foi atingido pelo vazamento do dique de contenção de uma empresa de extração mineral na localidade de Jororó. “Uma grande quantidade de areia e argila atingiu o rio numa extensão de 15 quilômetros, até a foz, na Baía de Guanabara, provocando alteração na coloração das águas, que ficaram cinzento-esbranquiçadas”, informou o instituto por meio de nota.

A atividade da mineradora foi suspensa por tempo indeterminado e os responsáveis, notificados para realizar obras imediatas no dique, que se rompeu na quinta-feira (30). Técnicos do Inea explicaram que a inspeção constatou que a empresa arrendava áreas para outras mineradoras não licenciadas. Todas serão autuadas e multadas por causa do dano ambiental na região, que é caracterizada pelos manguezais bem preservados.

O Inea esclareceu que o resultado das análises físico-químicas na água do rio sairá em dez dias. A mineradora Jacundá não foi localizada para comentar o problema.

Agência Brasil

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close