Meio Ambiente

Mais biodiesel, menos poluição

Ampliar o uso de combustíveis renováveis ajuda a diminuir as emissões de poluentes nocivos à saúde humana

(Brasília, 14 de agosto de 2015) A poluição atmosférica é a principal causa ambiental de riscos à saúde, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Com o objetivo de promover a reflexão sobre formas de consumo mais sustentáveis, o dia 14 de agosto marca o Dia de Combate à Poluição.

Uma das maiores ameaças à saúde da população das grandes cidades está na fumaça preta que sai dos escapamentos dos veículos: o material particulado (MP). Este poluente atmosférico é composto de sólidos com diâmetro reduzido, que penetram as vias respiratórias podendo causar câncer respiratório, inflamação de pulmão, agravamento de sintomas de asma, aumento de internações hospitalares e até mesmo a morte, segundo o Ministério do Meio Ambiente. No Brasil, cerca de 96% das emissões de material particulado está associada ao diesel fóssil, alerta a pesquisadora da Rede Clima, Samya de Lara Pinheiro.

É por isso que a Ubrabio (União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene) vem defendendo a substituição gradual do diesel fóssil pelo biodiesel, combustível renovável produzido a partir de óleos vegetais, gorduras animais e residuais, que reduz consideravelmente a emissão de diversos poluentes que afetam a qualidade de vida da população. A adição de 20% de biodiesel no diesel fóssil, por exemplo, pode reduzir em 27% a 45% as emissões de material particulado.

Na próxima semana (21/08), a Ubrabio e a Embrapa Agroenergia realizam o diálogo: “Conversando sobre Biodiesel, Saúde e Mudanças Climáticas”. O evento pretende promover a contextualização sobre a produção e uso de biodiesel no Brasil e seus impactos no cenário atual em que se discute a relação das mudanças climáticas com a saúde pública.

O objetivo é fornecer subsídios aos assessores parlamentares e técnicos e jornalistas para formulação de políticas públicas a favor do uso de combustíveis renováveis, por meio de um diálogo com especialistas nos temas propostos.

Haverá ainda visita à exposição da Embrapa Agroenergia com produção ao vivo de biodiesel e mostra de matérias-primas.

As vagas são limitadas. Para participar, é necessário solicitar a inscrição pelo e-mail agroenergia.eventos@embrapa.br.

Serviço:

CONVERSANDO SOBRE BIODIESEL, SAÚDE E MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Interlocutores: Manoel Teixeira Souza Júnior (Chefe-geral da Embrapa Agroenergia), Donizete Tokarski (Diretor Superintendente da Ubrabio), Donato Aranda (Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e consultor técnico da Ubrabio) e Samya de Lara Pinheiro (Pesquisadora da Rede Clima e Fiocruz-RJ).

Data: 21 de agosto de 2015 (sexta-feira)

Horário: 14h30 às 18h

Local: Brasília, DF

Vagas limitadas!

Indispensável a solicitação de inscrição pelo e-mail: agroenergia.eventos@embrapa.br

Informações:

Embrapa Agroenergia: (61) 3448-1581 ou 3448-2266

Ubrabio: (61) 2104-4411

Leia também:
Biodiesel pode entrar nas negociações do clima
Prefeito de Cuiabá apoia uso de B20 no transporte urbano
A qualidade de vida da população depende do combustível que ela usa

Informações para a imprensa: Nayara Machado | nayara@ubrabio.com.br | (61) 2104-4411

Ler matéria completa

Vagner Liberato

Meu nome é Vagner Liberato, sou carioca e vivo no Rio de Janeiro. Formei-me em Administração de Empresas e sou um apaixonado por conteúdo sustentável. Desde 2015 faço o Jornal Sustentabilidade com maior prazer! Para falar comigo, entre em contato pelo email: contato@meioambienterio.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close