EntretenimentoMúsica

Kevin Flint, estrela do The Prodigy, morre aos 49 anos

Nesta segunda-feira, 4 de março de 2019, morreu o eterno vocalista do The Prodigy, Kevin Flint. O cantor tinha 49 anos e foi encontrado morto dentro da sua própria casa. As informações começaram a ser divulgadas pela Imprensa Inglesa na manhã desta segunda, mas as causas da morte ainda não foram divulgadas para o público.

De acordo com informações divulgadas pela BBC de Londres, a morte de Kevin Flint não está sendo tratada como suspeita. A polícia inglesa revelou que recebeu ligações anônimas por volta das oito da manhã, alegando preocupação com o estado atual de um homem no endereço indicado. Local que, logo depois, descobriu-se pertencer à Kevin Flint.

Infelizmente, um homem de 49 anos foi anunciado como morto. A morte não está sendo tratada como suspeita. Em breve, um relatório será preparado e enviado para os legistas” disse um policial em entrevista para a BBC do Reino Unido.

Kevin Flint morre e deixa a marca de um músico ousado

Kevin Flint morreu

Kevin Flint sempre foi conhecido pelo seu visual ousado. Em público, ele sempre apareceu com muitas tatuagens, piercings e cabelos coloridos. Em algumas ocasiões, ele chegou a ser visto com o cabelo pintado de verde. Ou seja, a ousadia sempre foi uma das suas marcas registradas durante a sua carreira.

O músico nasceu em Londres, no ano de 1969. Na década de 80, Kevin conheceu o DJ Liam Howlett. A química musical entre os dois foi tanta que eles decidiram criar a The Prodigy. Era o início do caminho de Kevin Flint para o estrelato.

A banda, rapidamente, ganhou fama por combinar elementos de música eletrônica com um rock pesado e da melhor qualidade. O maior sucesso da banda foi o álbum The Fat of the Land. O álbum, lançado em julho de 1997, chegou a ficar em primeiro lugar entre os mais tocados dos Estados Unidos e do Reino Unido na época do seu lançamento. Esse trabalho abriu muitos caminhos e oportunidades para o The Prodigy ao redor do mundo.

No ano de 2015, Kevin Flint comentou a sua carreira na música para o The Guardian. Pretensioso, o cantor disse: “Nós éramos perigosos e muito excitantes. Hoje em dia, ninguém mais quer ser perigoso como a gente era. É por isso que as pessoas são forçadas a consumir essas músicas genéricas que são apenas seguras. Não são ousadas“.

O The Prodigy lançou um novo álbum em 2018, o “No Tourists” (Sem Turistas, em tradução livre para o português). A banda tinha acabado de voltar de uma turnê pela Austrália. Além disso, os músicos tinham planos de começar uma nova turnê pelos Estados Unidos no mês de maio desse ano.

Assim que a imprensa inglesa começou a noticiar que Kevin Flint morreu, muitos fãs começaram a fazer homenagens para o vocalista nas redes sociais. Dessa forma, Kevin Flint fez história da música e, agora, vai fazer falta para muitos amantes da sua música e das suas performances.

The ProdigyFirestarter
Tags
Saiba mais

Raigor Ferreira

Olá! Eu sou o Raigor. Sou escritor de livros infanto-juvenis desde 2014 e redator nas horas ocupadas. Autêntico canceriano e apaixonado pela escrita desde que aprendi a ler com quatro anos, escrevo sobre celebridades, séries e filmes aqui no Meio Ambiente Rio. Eu amo esse universo e se quiser entrar em contato comigo, escreva pararaigorbooks@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close
Close