Proteger o estoque natural de CO2 das florestas é vital para atingir o net-zero

O alerta é de Paulo Artaxo, um dos mais influentes pesquisadores do mundo na área de meio ambiente e mudanças climáticas, que proferiu uma palestra no RCGI antes de sua ida para a COP 27.

Mesmo que se consiga substituir os combustíveis fósseis por fontes renováveis, será praticamente impossível zerar as emissões de carbono até 2050 sem proteger o sistema natural de estocagem de CO2 das florestas tropicais, principalmente a Amazônia,

pois são elas que detêm o maior estoque de CO2 do planeta.

O alerta foi feito pelo cientista Paulo Artaxo, professor do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IF-USP) e autor-líder de um capítulo do mais recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC),

na última quinta-feira (27/10), em uma palestra na conferência anual do Centro de Pesquisa para Inovação em Gases de Efeito Estufa (RCGI).

Artaxo é um dos mais influentes pesquisadores do mundo na área de meio ambiente e mudanças climáticas, e está a caminho do Egito, onde participará da 27ª Conferência da Organização das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 27.

Gostou? confira mais: